Xantinon emagrece? Qual indicação desse medicamento?


Indicado para a remoção de gorduras do fígado, o Xantinon algumas vezes é utilizado por pessoas que buscam perder peso. Entretanto, não há segredos quando o assunto é emagrecimento. Reeducação alimentar e exercícios físicos são mais eficientes que muitos remédios. Mas vamos ao que interessa… será que o Xantinon emagrece mesmo? Vamos conhece-lo melhor!

Em sua bula, ele é descrito como medicamento antioxidante, para tratar transtornos metabólicos hepáticos, reduzir o estresse oxidativo hepático em casos de doenças gordurosas não alcoólicas.

Produzidos por Nycomed Pharma, o remédio é vendido em comprimidos de 20, 30 e 100 unidades. Pode ser encontrado nas categorias de medicamentos digestivos e não necessita receita médica para compra-lo.

Cuidados e contraindicações do Xantinon

O comprimido de via oral deve ser engolido inteiro com um pouco de água. O ideal é que o paciente não exceda a quatro comprimidos – com exceção de recomendação médica – diariamente. Se o profissional indicar uma dose maior, certamente fará um acompanhamento minucioso com você.

Segundo consta, a ingestão em larga escala do remédio, não dá indícios de efeitos colaterais muito sérios. Mas, se por um acaso tomou mais do que deveria, fique atentos aos sintomas e procure um hospital se os sintomas saírem de controle.

O Xantinon não é receitado para menores de 12 anos e nem para indivíduos com insuficiência hepática. Pessoas alérgicas a qualquer componente da fórmula, também devem evitar o uso.


Xantinon e seus compostos

O medicamento traz em sua composição dois tipos de aminoácidos: a metionina e a colina – funções importantes para o metabolismo lipídico e proteico que acontece no fígado. Eles trabalham para motivar e remover o excesso de gordura hepatócito (células encontradas no fígado).

Esses dois componentes fornecem grupos metila para a síntese de colina no organismo e assim surgem os lipídicos das lipoproteínas plasmáticas que facilitam a condução de gorduras pelo fígado.

As substâncias presentes no medicamento ajudam o metabolismo lipídico na síntese e na conservação das membranas celulares, atuando na defesa antioxidante intracelular hepática.

Outros excipientes que compõem o Xantinon são: ácido oleico, álcool isopropílico, dióxido de silício, croscarmelose sódica, amido, celulose microcristalina, monoglicerídeos acetilados, álcool etílico, água purificada, hipromelose, hiprolose, estearato de magnésio, monoglicerídeos acetilados, etilcelulose, triacetina, corante laca vermelho 40, corante laca amarelo crepúsculo 6, crospovidona e macrogol.

Indicações do medicamento

Além de ser indicado para tratar transtornos metabólicos hepáticos, o Xantinon também é recomendado para quem sofre com má digestão, náusea, vômito, intolerância a alimentos gordurosos, mal-estar gerado pela ingestão de bebidas alcoólicas, enxaqueca digestiva e dispepsias – sonolência e sensação de peso ao terminar uma refeição.

Aqui, as substâncias citadas acima (metionina e a colina) entram para combater o acúmulo de gordura e retiram o excesso de agentes tóxicos do organismo, possibilitando que a bile – líquido produzido pelo fígado para que a digestão seja mais funcional e o corpo absolva melhor os nutrientes – funcione de maneira ativa.

Xantinon emagrece? É seguro tomar para emagrecer?

xantinon

O fato do medicamento reduzir a gordura disposta no fígado, não significa Xantinon emagrece. Na descrição do medicamento, não é citado nos efeitos colaterais que o emagrecimento acontece.

Porém… se o seu organismo funciona bem, se o seu fígado está operando regularmente, a consequência maior é uma perda, indireta, de peso.

Vale lembrar que pessoas com gordura no fígado, cientificamente conhecida como esteatose hepática, sofrem com diversos sintomas, entre eles:

  • Perda do apetite;
  • Dor abdominal do lado direito;
  • Barriga inchada;
  • Fezes esbranquiçadas;
  • Cansaço e dor de cabeça;
  • Enjoo e vômito;
  • Olhos e pele em tons amarelados.

Indivíduos que estão em graus mais leves, não sentem tanto os sintomas e se a doença for tratada logo no começo, a melhora do funcionamento é mais ágil. Muitos descobrem o problema realizando outros tipos de exames, nada que seja específico.

Se não cuidada, o acúmulo de gordura no fígado – que não é uma situação grave de início – pode trazer sérios danos ao funcionamento das células e cirrose. Em casos graves, o transplante de fígado torna-se necessário.

Certifique-se que o seu organismo esteja trabalhando em dia, com tudo regulado. Assim, você garante uma vida saudável ainda mais quando associa boa alimentação e atividades físicas regulares.

Produtos naturais são fontes puras para afastar a doença. Muitos são desintoxicantes e ajudam o organismo a eliminar as gorduras. Procure por consumir produtos orgânicos, já que são livres de agrotóxicos. São eles:

  • Limão;
  • Mel;
  • Hortelã;
  • Chá de boldo;
  • Chá de erva-luisa;
  • Alfazema;
  • E alcachofra.

Consuma diariamente alguns desses alimentos e faça chá com os outros. Por exemplo, tomando de duas a três xícaras de chá de boldo, alfazema ou de hortelã, por dia, você garante mais saúde para o seu corpo.

A alcachofra é um pouco mais difícil de ser encontrada nos mercados, mas você pode toma-las em cápsulas, para o mesmo efeito.

Cuidados para quem sofre com problemas de fígado

Quem passa por esse tipo de desconforto quase todos os dias, sabe muito bem o quanto isso incomoda. Procure ingerir mais frutas e legumes, trocar o leite integral pelo desnatado, comer mais gelatina, mel, carnes magras, ovos e queijo branco.

Substitua o arroz branco por integral e faça o mesmo com o macarrão. Insira mais peixes e farinha de trigo em sua dieta.

Evite produtos embutidos como salsicha, mortadela e linguiça, condimentos muito fortes, bebidas alcoólicas, requeijão, maionese, margarinas, manteiga, congelados e pizza. Nesse momento o ideal é reduzir alimentos ricos carboidratos simples e gorduras.

A gordura no fígado tem cura sobretudo quando está em fase inicial. O tratamento segue mudanças no cardápio conciliado com exercícios físicos. Com essa dupla você garante o controle da doença e alguns quilinhos a menos na balança. Ahh… você também mantém regularizado a hipertensão, o colesterol alto e a diabetes.

Por mais que o medicamento seja recomendado para tratar doenças no fígado, muito fazem uso constante do Xantinon para curar ressaca. Alguns dizem que o medicamento é melhor do que os famosos Engov e Epocler. Por via das dúvidas, sempre que pensar em tomar um remédio por contra própria, procure um profissional da saúde e livre-se de qualquer imprevisto.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (10 votes, average: 4,00 out of 5)
Loading...