Ferritina


A ferritina é uma proteína que está presente no fígado. Ela é globular e é a mais importante proteína na reserva de ferro encontrada em todas as células. Ela acumula o ferro e libera eles de forma controlada no organismo.

A ferritina é produzida por praticamente todos os seres vivos do planeta, plantas, animais e seres humanos. Suas ações protegem a célula dos efeitos tóxicos do metal livre e é chamada de apoferritina quando não está combinada com íon de ferro.

É possível encontrar até 4 átomos de ferro no interior dessa macromolécula. A ferritina é o reflexo do nível de ferro contido no organismo e é um dos parâmetros para o diagnóstico de doenças como a anemia ferropriva, a detecção do excesso de ferro e para a avaliação do estado férrico.

O ferro é o responsável pela formação da hemoglobina que está presente nos glóbulos vermelhos do sangue. Ele é a responsável na transportação de oxigênio para todo o corpo. Sua deficiência pode levar a complicações sérias de saúde.

Dosagem de ferritina no organismo

O valor normal de ferritina no organismo varia de 10 a 80 µg /l. No caso de adultos com boa saúde, os níveis de ferritina estão ligados à quantidade de ferro disponível que está armazenado no corpo. Para fazer a medição de forma precisa dos níveis de ferro no corpo é necessário fazer um exame chamado radioimuniensaio.

É importante ressaltar que só poderá haver a dosagem da ferritina no organismo quando ela está diretamente ligada ao ferro, caso contrário, não será possível.


O exame normalmente é solicitado pelo médico quando um hemograma revela que a hemoglobina e os hematócidos estão no nível abaixo do normal e que as hemácias estão menores e mais pálidas do que o comum.

É necessário o exame mesmo se não houver sintomas. A deficiência ou excesso da ferritina pode não provocar sintomas de imediato, mas com o tempo apresentará problemas como fraquezas, fadiga crônica e cefaleias.

É vital que após o diagnóstico o tratamento seja feito o mais rápido possível, caso o problema seja de deficiência de ferro ou de excesso.

Exame para saber nível de ferritina

ferritina

Não há mistério nesse tipo de exame. Ele é rápido e indolor. Em alguns casos é necessário estar em jejum de 12 horas, mas isso não é uma regra. No exame uma pequena amostra de sangue será colhida através de uma veia do braço.

Depois de colhido o material, ele irá para análise, onde haverá pesquisa sobre a quantidade de ferritina no sangue da pessoa. Nos seres humano a maioria (70%) do ferro obtido vaia para a hemoglobina, o restante vai para a ferritina (que é encontrada principalmente no fígado).

Muitas vezes o exame é solicitado por conta da presença de alguns sintomas, então é normal que junto com esse exame o paciente faça alguns outros a fim de investigar a causa de algumas coisas que apresentam.

Em alguns casos o exame não tem nada a ver com sintomas. Existem muitas doenças causadas pelo excesso ou pela falta de ferro no sangue que não causam nenhum efeito no corpo humano, mas que tem riscos graves e podem levar à morte.

Por isso é vital que seja feito exames de forma periódica, para prevenir o diagnóstico tardio de alguma doença grave. Quanto mais cedo qualquer problema for tratado, mais chance terá de solucionar o problema.

Ferritina Baixa

Quando o nível da ferritina está baixo, significa que os níveis do ferro no organismo estão baixos. Esse problema pode causar sintomas como cansaço, fraqueza, palidez, queda de cabelo, falta de apetite, dores de cabeça e tonturas.

O déficit de ferro no organismo pode passar por três estágios:

  • Primeiro estágio: Acontece quando a ferritina sérica vai diminuindo. Esse tipo de ferritina está ligada às reservas do ferro.
  • Segundo estágio: A concentração de ferro sérico e o aumento da capacidade de ligação do ferro contribuem com a continuação da diminuição do nível.
  • Terceiro estágio: É quanto há restrição da síntese de hemoglobina e a anemia é instalada.

Nesses casos o tratamento é feito com a ingestão diária de ferro, ou com o consumo de alimentos ricos em Vitamina C e ferro, como o feijão. Algumas doenças e outros fatores causam baixa do nível da ferritina, são elas:

Ferritina Alta

Neste caso, significa que o nível de ferro no organismo está acima do considerado suficiente. Em alguns casos, porém, significa infecções e inflamações. Esse problema causa dor nas articulações, falta de ar, dor abdominal e cansaço.

Os casos de pacientes que possuem ferritina alta por causa do excesso de ferro são causados por conta de doenças como leucemias e linfomas e em casos de pacientes em neoplasias e transfundidos.

Existe uma doença específica que possui o poder de elevar de forma exacerbada o nível da ferritina, é a Doença de Still do Adulto (DSA). Em mais de 70% dos casos a hiperferritinemia pode ser reconhecida e utilizada como um marcador da DSA, justamente por essa elevação em níveis muito altos. Nos casos de Linfo-histiocitose hemofagocítica os níveis de ferritina também são muito elevados.

Isso também acontece no caso das anemias sederoblásticas e hemolíticas, e nas lesões hepáticas, principalmente as que são causadas por lesões feitas pelo consumo do álcool. Uma porcentagem de pacientes que possuem hepatite crônica, 25% deles, tem também esse aumento da ferritina.

A ferritina alta é um sinal sério e nesse caso o paciente precisa de orientação médica imediatamente.  Nesses casos pode-se procurar a ajuda de médico um clínico geral, ou então de médicos especialistas como um hematologista, endocrinologista ou hepatologista.

O tratamento irá depender da causa do problema. Normalmente pode ser normalizado com a retirada de sangue, para quebra os níveos de ferro, e com hábitos alimentares voltados para o consumo de poucos alimentos ricos em ferro ou Vitamina C.

A ferritina alta pode ser causada por alguns problemas de saúde:

  • Doença hepática alcoólica;
  • Anemia hemolitica e magaloblástica;
  • Linfoma de Hodgkin;
  • Infarto do miocárdio (em homens);
  • Hemacromatose;
  • Leucemia.

Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (No Ratings Yet)
Loading...