Candidíase no homem


Coceira, dor e vermelhidão no pênis é um sinal de candidíase no homem. A doença é totalmente tratável e em alguns casos, pode não oferecer nenhum sintoma. Ao longo do texto você irá saber um pouco mais sobre o problema, conhecer as causas, outros sintomas e a forma de tratar a candidíase no homem.

A candidíase

A candidíase no homem é uma inflamação da glande. Quando a infecção se torna maior e alcança o prepúcio, o nome dado é balanopostite por Candida.

O fungo Candida albicans pode ser encontrado no corpo humano em 80% da população, através da boca, órgãos genitais ou trato gastrointestinal. Em sua forma mais simples, o fungo não apresenta perigo, desde que o sistema imunológico consiga controlar os agentes.

Quando nosso organismo está fraco ou acontece uma forte alteração da flora natural de bactérias na pele – devido ao uso contínuo de antibióticos, por exemplo —, os fungos se tornam mais forte e o corpo humano ajuda na proliferação da Candida Albicans, que se reproduz de forma incontrolável.

Há pessoas que tem o fungos na pele de modo assintomático, nesse caso não significa que ela tenha a candidíase. Geralmente a doença surge em diferentes órgãos (pele e genitais são os locais mais comuns), porém, em casos mais graves ou pessoas com imunossupressão aguda, o fungo atinge vários órgãos internos como coração, rins, esôfago, laringe e o sistema nervoso central.

Causas da candidíase no homem

A candidíase é uma infecção fúngica originária da Candida albicans. Ela afeta a boca, unhas, garganta, pele, couro cabeludo e principalmente os órgãos genitais, de pessoas que com o sistema imunológico fraco, que sofrem de diabetes ou que tiveram relações sexuais sem preservativo. É uma doença que tem cura, a base de pomadas ou remédios antifúngicos.


Com o sistema imunológico enfraquecido, as causas mais comuns da candidíase no homem são:

  • Uso frequente de antidepressivos, antibióticos e corticoides;
  • Má higienização dos pênis;
  • Contato íntimo como uma pessoa infectada pelo fungos;
  • Doenças que enfraquecem o sistema imune – lúpus ou AIDS;
  • Quimioterapia;
  • Desnutrição;
  • Uso excessivo de drogas pesadas;
  • Excesso de ingestão de doces.

Geralmente a candidíase nos órgãos genitais são mais propensos a acontecer nas mulheres, mas também acomete o sexo masculino – crianças ou adultos.

Fatores de riscos da candidíase no homem

Candidíase no homem

Como já dito acima a candidíase é a incapacidade do organismo controlar o crescimento do fungo Candida que já vive em nossa pele, ou seja, não é transmitida. Exceto a candidíase peniana, essa pode ser passada através de contato íntimo.

Se a vagina da mulher estiver com excesso de Candida, uma grande quantidade do fungos pode ser  transmitida ao homem. O desenvolvimento da doença dependerá do sistema imunológico de cada pessoa. A candidíase no homem só acontecerá se o sistema de defesa não conseguir controlar a situação.

Sintomas da candidíase no homem

Os sintomas mais comuns da candidíase no homem são dores na glande, inchaço e vermelhidão. Quando a candidíase acontece na língua, placas brancas se formarão. Essas lesões podem gerar coceiras e ardência logo depois do ato sexual.

Pacientes também relataram o aparecimento de úlceras, feridas, pequenas bolhas, descamação da região e até mesmo uma espécie de corrimento purulento através da uretra – algo semelhante ao sêmen.

Caso tenha apresentado algum desses sintomas procure um urologista. O diagnóstico da candidíase no homem é confirmado depois de coletado uma pequena amostra da lesão. No microscópio será possível observar a quantidade de leveduras dos fungos.

Tratamento para a candidíase no homem

Em casos mais simples, a candidíase no homem pode ser tratada em casa com pomadas antifúngicas, receitadas por um profissional. Uma das mais usadas é a Fluconazol, que dever ser aplicada de sete a dez dias.

Em casos mais extremos, quando a pomada não faz efeito, o médico poderá receita Fluconazol ou Cetoconazol, por até 14 dias, via oral.

Procure diminuir o consumo de carboidratos: batata, pão e arroz. A ingestão de muito açúcar também ajuda a propagar o vírus da candidíase no homem.

Tratamento caseiro para exterminar a candidíase no homem

Uma receitinha bem simples, usada por mulheres, que pode ser seguida, sem maiores complicações: é o chá de barbatimão!

Chá de Barbatimão

Coloque uma xícara de cascas de barbatimão em uma panela com um litro de água. Deixe ferve por aproximadamente 15 minutos. Depois, coloque uma colher de sopa de suco de limão. Lave a região três vezes ao dia. Nunca use o chá de um dia para o outro, faça sempre um novo todos os dias. O mais indicado é que você banhe o local afetado, pelo menos, por uma semana.

Chá de uva-usina

A candidíase no homem também pode ser cuidada com essa erva natural. Seu trabalho será diminuir a reprodução dos fungos.

Você irá precisar de uma xícara de água e duas colheres, de chá, de folhas de uva-ursina. Pegue a água e despeje por cima das folhas. Deixe repousar por uns 10 minutos. Coe e beba ainda morno. Faça isso três vezes ao dia.

Formas de prevenção

Não se assuste se depois do tratamento, a candidíase voltar, para se prevenir separamos algumas dicas que podem te ajudar a controlar essa situação desagradável.

  • Beba muita água;
  • Acrescente em sua dieta mais frutas e legumes que ajudem a fortalecer o seu sistema imunológico;
  • Aumente o consumo de vitamina C;
  • Evitar roupas apertadas, molhadas e muito quente nessa fase;
  • Mantenha a área afetada sempre limpa e seca;
  • Só tenha relações sexuais com preservativos – se possível evite o ato nesse período;
  • Evite bebidas alcoólicas e cigarros.

Os sinais de melhora da candidíase no homem são bem aparentes. A dor diminui durante a intimidade e a vermelhidão, corrimento e placas esbranquiçadas começam a desaparecer conforme o processo de tratamento.

Em alguns casos, quando o paciente não segue o tratamento corretamente, os sintomas podem aumentar. Então será preciso um tratamento mais forte. Procure um especialista, ele será a melhor pessoa para indicar o procedimento correto para acabar com a candidíase no homem.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (8 votes, average: 4,25 out of 5)
Loading...