Abdominoplastia: A arte de remodelar o abdômen


Muita gente que tinha obesidade e resolveu mudar seus hábitos, conseguiu perder muito peso, mas passa por um problema comum: o acúmulo de pele e a flacidez. Mesmo com exercícios físicos e boa alimentação o problema não é resolvido 100% e por conta disso muitos recorrem à abdominoplastia.

Esse procedimento cirúrgico é recomendado para pessoas que perderam muito peso, para mulheres que depois da gravidez ficaram com acúmulo de pele e gordura e ficaram com a região da barriga flácida.

Algumas mulheres magras, com pouco acúmulo de gordura em regiões específicas, procuram médicos para fazer o mesmo procedimento, mas são desestimuladas a prosseguir. No caso delas é possível fazer uma mini abdominoplastia ou, o mais aconselhável, uma lipoaspiração.

É importante lembrar que o procedimento da abdominoplastia não tem como objetivo fazer o paciente emagrecer ou até mesmo, fazer com que os seu abdômen fique sarado. É um procedimento que queima gordura localizada e costura a pele, produzindo uma espécie de faixa abdominal interna.

Para que haja resultados no sentido de perder peso e de criar um abdômen definido é necessário praticar exercícios físicos com periodicidade, modificar os hábitos alimentares e ingerir bastante líquido. Nesse caso, já praticando essas medidas, a abdominoplastia terá um efeito ainda mais benéfico ao organismo.

É importante que para fazer esse tipo de procedimento você verifique algumas coisas que são cruciais para o bom desempenho antes, durante e após a cirurgia. Vejamos:


  • Certifique-se que o médico possua registro no Conselho Federal de Medicina (CFM);
  • Converse com alguém que já fez o procedimento com esse mesmo médico e procure saber sobre os resultados e a cirurgia em si;
  • É necessário verificar também se o hospital tem certificação para fazer cirurgia de médio porte;
  • Respeite o prazo de recuperação ainda no hospital. Não saia assim que finalizar o procedimento cirúrgico;
  • Certifique-se que o médico seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Procedimentos da cirurgia

A cirurgia pode durar uma média entre 2 a 4 horas. Normalmente o paciente ficará internado até, no máximo 4 dias, se não houver nenhum tipo de complicação. É possível utilizar a anestesia geral ou a peridural. O seu anestesista junto com o médico que irá verificar a melhor opção no seu caso.

O procedimento é elaborado através de etapas aonde o cirurgião vai:

abdominoplastia

  1. Fazer um corte no formato de um semicírculo a partir de cima da região onde se encontra os pelos pubianos até a linha do umbigo;
  2. Passar para a parte onde a gordura do abdômen é queimada;
  3. Costurar os músculos reto abdominais para criar uma espécie de cinta abdominal interna;
  4. Esticar a pele do abdômen superior até a região pubiana e fazer a costura;
  5. Por último, reposicionar o umbigo.

É provável que durante o período de 48 horas apareçam hematomas pela região onde foi feita a cirurgia, além de dores abdominais. Não se preocupe! Isso é normal por conta do contato e esforço que houve durante o procedimento. Com o tempo esses sintomas irão desaparecer.

A cirurgia, como qualquer outra que é feita através de corte, deixa cicatriz. Apesar de ser grande, a cicatriz que a abdominoplastia causa é discreta. Ela fica em uma região onde o uso de biquínis e sungas, por exemplo, consegue escondê-la.

Recuperação

Após a cirurgia, você deverá levar em média um tempo de até 2 meses para se recuperar totalmente. O procedimento é bastante incisivo, então é necessário que durante o período programado pelo seu médico, você siga suas orientações à risca.

Para que você possa se recuperar bem e dentro do prazo, além de evitar problemas, é necessário que você fique de repouso sem fazer nenhum tipo de esforço ou pegar peso. Além disso, é preciso tomar cuidados com a postura da coluna e utilizar a cinta abdominal o tempo inteiro (por mais que incomode).

Diferentes tipos da abdominoplastia

Mini-Abdominoplastia

  • Essa cirurgia é para pequenas remoções de pele;
  • É para os casos onde a alimentação saudável e os exercícios físicos não resolveram esse incômodo;
  • A incisão é muito pequena e a retirada de pele é feita pela região que fica abaixo no umbigo;
  • Umbigo é reposicionado;
  • O tempo de recuperação é de uma semana;
  • Preço varia de R$3.000 a R$5.000

Abdominoplastia extensa-circunferencial

  • Pra quem perdeu muito peso e isso causou o incômodo da flacidez, onde os músculos abdominais não ficam em evidência;
  • Para mulheres que após a gestação ficaram com o abdômen flácido;
  • Para pessoas que se submeteram a cirurgia bariátrica;
  • Exige maior incisão (feita entre os ossos do quadril);
  • Umbigo é reposicionado;
  • O tempo de recuperação é de 2 a 4 semanas;
  • Deixa cicatriz ao redor do umbigo e em cima da região pubiana;
  • Preço varia de R$4.500 a R$6.000.

Abdominoplastia total, clássica ou completa

  • Para quem possui flacidez total o que inclui, além do abdômen, quadril e até as costas;
  • Elimina gordura e remodela a pele do corpo;
  • Incisão por meio do quadril, costas e abdômen;
  • É necessário que o paciente permaneça no hospital por até 2 dias;
  • Tonifica abdômen;
  • Reposiciona umbigo;
  • O tempo de recuperação é de 1 mês;
  • Preço varia de R$6.000 a R$12.000.

Abdominoplastia pelo umbigo

  • Para quem possui uma quantidade pequena de gordura localizada ou de excesso de pele;
  • Deixa cicatriz em torno do umbigo.

Abdominoplastia em âncora

  • Elimina as gorduras que ficam localizadas nos flancos e na região abdominal;
  • Para eliminar o desconforto do excesso de pele;
  • Deixa duas cicatrizes: uma na vertical (bem no meio do abdômen) e outra na horizontal (região pubiana);

Contra Indicações

É preciso que quando você for ao médico e ele te indicar esse tratamento cirúrgico, você o informe sobre alergias a medicamentos, para que não haja nenhum tipo de complicação no momento da abdominoplastia.

Não existe contra indicações. O que é levado em conta é a prescrição médica para a cirurgia. Você só irá ser indicado a ser submetido a esse procedimento se estiver dentro das especificações das pessoas que possuem flacidez na região da barriga.

A cirurgia só não será aconselhada para mulheres que pretendem engravidar alguma vez na vida. Até porque no procedimento os músculos são costurados e com a gravidez a mulher ganhar peso e sua barriga se estenderá e romperá o que foi feito durante a cirurgia.

Caso, ainda com essa recomendação, a mulher insista em fazer a abdominoplastia, os médicos recomendarão que ela não engorde mais de 12 kg durante a gestação. Para isso será necessário o acompanhamento diário de uma nutricionista e um personal training.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (2 votes, average: 1,50 out of 5)
Loading...