Regime Japonês


Muitas pessoas buscam milhares e milhares de regimes e dietas, para tentar encontrar mágica que irá definir seu corpo e ajudar a perder os quilinhos extras que a irritam. Porém, essa formula mágica não existe. O que existe é um pacote inteiro, situando idas a nutricionista, alimentação correta e exercícios físicos. Porém, muitos alimentos e regimes indicados são uma boa forte de agregar ao pacote algo que irá te ajudar mais ainda, e agora iremos falar do regime japonês que pode vir como uma grande forte de agregação.

Um regime ou dieta é uma reorganização alimentar, não é necessário passar fome ou fechar a boca para tudo, é só saber o que e quando comer, e consumir alimentos mais leves e saudáveis na maioria das vezes. A maioria das pessoas que buscam essa perda de peso quer algo rápido e eficiente, e por esse motivo, o regime japonês vem entrando cada vez mais no gosto popular.

O seguimento correto desse regime, com somente três refeições ao dia, faz a pessoa perder entre quarto a setes quilos em cerca de uma semana. Um resultado extremamente satisfatório, eficiente e rápido, para quem busca eliminar gordura em pouco tempo. Lembrando, que esse regime é rigoroso e deve ser seguido corretamente, por isso é feito somente durante essa uma semana, após isso pode ter alguns efeitos colaterais e percas de nutrientes importantes para o corpo humano.

Com a ideia de fazer a pessoa consumir bastante água, e ter muitos cortes de carboidratos, durante o regime, ele busca também a desintoxicação do organismo. Além de outras promessas como a pessoa nunca mais voltar a comer desregulamente e uma mudança nos hábitos alimentares para toda a vida.

É importante frisar que esse regime não tem nada a ver com alimentação japonesa ou com alimentos japoneses. É somente um meio de chamar atenção para ele, com um nome de efeito.

O que é esse regime?

Como citado anteriormente, ele só permite comer três vezes durante o dia, dentro de um grupo restrito de alimentos, que garante somente nossa alimentação básica, ingerindo cerca de 900 calorias diárias. Então é considera uma dieta que faz a pessoa passar fome, não que essa seja a missão dela, porém o organismo irá se sentir algumas estranhezas pela mudança tão rápida e repentina de alimentação.


É um regime muito rígido em relação aos alimentos gordurosos, calóricos e com corte de carboidratos, tendo um corte quase que completo deles. O foco principal da dieta é no consumo de água e em ingerir proteínas.

A disciplina deve ser mantida ao extremo, não pode abusar nem o mínimo dentre as refeições, e não se pode esquecer-se de fazer nenhuma delas, pois o seu organismo pode ter problemas.

É importante a pessoa que irá iniciar o regime japonês pensar muito se realmente quer aquilo para perder peso. Será uma semana difícil, onde terá um grande corte de alimento e grandes mudanças de hábitos. Podendo alterar no seu humor, fome e vida social. Então, pesquise sobre efeitos dos regimes, sobre como é ocorre uma redução alimentar e busque nutricionistas ou especialistas, pois eles podem indicar maneiras melhores para perder esses quilinhos chatos, sem precisar se doar tanto em um regime tão rigoroso.

O cardápio

Regime Japonês

Abaixo será listado o cardápio que deve ser seguido a risca e com exigência durante uma semana.

Segunda

  • Café da manha: Uma xícara de café ou chá sem açúcar, se preferir pode adicionar um pouco de adoçante.
  • Almoço: Dois ovos cozidos com um pouco de sal, e verduras à vontade.
  • Janta: Um bife grande de carne magra grelhado com uma salada de pepino e alface á vontade.

Terça

  • Café da manha: Uma xícara de café ou chá sem açúcar se preferir pode adicionar um pouco de adoçante, junto com uma bolacha de água e sal.
  • Almoço: Um bife grande de carne magra grelhado, e verduras e frutas à vontade.
  • Janta: Presunto à vontade.

Quarta

  • Café da manha: Uma xícara de café ou chá sem açúcar se preferir pode adicionar um pouco de adoçante, junto com uma bolacha de água e sal.
  • Almoço: Dois ovos cozidos com um pouco de sal, e verduras e tomate à vontade.
  • Janta: Uma salada que misture repolho, chuchu e cenoura, podendo comer à vontade.

Quinta

  • Café da manha: Uma xícara de café ou chá sem açúcar se preferir pode adicionar um pouco de adoçante, junto com uma bolacha de água e sal.
  • Almoço: Um ovo cozido com um pouco de sal, uma fatia de queijo mozarela e cenoura cozida, crua ou ralada à vontade.
  • Janta: Salada de fruta à vontade e um iorgut natural.

Sexta

  • Café da manha: Uma xícara de café ou chá sem açúcar se preferir pode adicionar um pouco de adoçante, junto com uma bolacha de água e sal.
  • Almoço: Um filé de peixe frito ou grelhado e salada de tomate à vontade.
  • Janta: Um bife de carne magra grelhado e salada de fruta à vontade.

Sábado

  • Café da manha: Uma xícara de café ou chá sem açúcar se preferir pode adicionar um pouco de adoçante, junto com uma bolacha de água e sal.
  • Almoço: Frango assado à vontade.
  • Janta: Dois ovos cozidos com um pouco de sal.

Domingo

  • Café da manha: Uma xícara de café ou chá sem açúcar se preferir pode adicionar um pouco de adoçante, junto com uma bolacha de água e sal.
  • Almoço: Um bife grande de carne magra grelhado, e salada de frutas à vontade.
  • Janta: Qualquer uma das refeições citadas dentro do regime.

Uma observação importante é que o consumo de água é importante durante e entre as refeições. É também possível comer frutas e legumes entre as refeições, porém sem grandes excessos.

Como podemos ver, o regime japonês é bem duro, tirando e alterando boa parte da sua refeição e alimentação de costume, porém extremamente eficiente. Porém, não ache que mudar os hábitos alimentares durante uma semana irá fazer algum tipo de magia ou milagre na sua vida, é importante manter uma nutrição saudável, passar em nutricionais e praticar esportes.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...