Psoríase


Existem milhares e milhares de doenças que podem degradar a sua pele, podendo deixar marcas e feridas, e entre elas existe a psoríase, uma doença, relativamente, comum e que deixa marcas de inflamações no corpo.

Psoríase é tipo de doença periódica, que desaparece e aparece de tempos em tempos, também conhecida como uma doença cíclica. Diferente de muitas doenças parecidas, ela não é contagiosa, sendo assim não existe nenhum risco de ser adquirida pelo contato com uma pessoa que possui.

Ela aparece em todo o tipo de pessoa, seja ela mulher, homem com de qualquer tipo de etnia e físico. Porém, mesmo com abrangendo tanto tipos de pessoas a esse risco, não foi descoberta a cura para a psoríase ainda, somente alguns cuidados e pomadas, que serão citados com mais intensidade a seguir.

Entenda como se inicia

Antes de especificar outros detalhes importantes da doença, é importante ressaltar como acontece e se espalha pela pele.

Psoríase é uma doença autoimune, quando o organismo ataca ele mesmo. No caso, as células de protegem a organismo, atacam as células da pele, criando uma dilatação nos vasos sanguíneos e criação de glóbulos brancos. Por isso, o principal sintoma da  psoríase são marcar avermelhadas e escamosas, são reações pelas células que não foram devidamente eliminadas.

Então, a doença acontece, pelo fato do organismo entrar em choque contra ele mesmo, causando assim marcas e feridas na pele.


Pessoas com mais riscos

Apesar de ser uma doença onde todas as pessoas correm risco de serem contaminadas, existem casos onde a psoríase tem mais chances de acontecer.

  • Que estão sofrendo algum tipo de estresse, sendo um dos principais motivos que aumentam as chances
  • Que fumam excessivamente
  • Que consumem bebidas alcoólicas em excesso
  • Que possuem o HIV, pelo fato da fragilidade do sistema imunológico
  • Obesas
  • Com algum tipo de infecção
  • Que os pais já tenham tido a psoríase, aumentando de 20% a 30% as chances
  • Que possuem diabetes
  • Que estão sofrendo de forte depressão
  • Que possuem alguma sensibilidade ao frio ou tempo seco

Os principais sintomas

psoríase

Como falado anteriormente, a psoríase é uma doença que ataca a pele, deixando marcas. Os principais lugares que aparecem são as unhas, couro cabeludo, joelhos e cotovelos, porém as outras partes do corpo também sofrem riscos, até mesmo as na região genital.

Além das marcas, existem outros sintomas mais específicos:

  • As manchas são vermelhas, com um tipo de escama branca bem áspera
  • Dores e queimação no local
  • Vontade excessiva de coçar o local afetado
  • Inchaços
  • Pele fica seca, como se estivesse descascando após um longo dia no sol
  • Unhas ficam descoloradas, descoladas e com alguns furos
  • Sangramentos no local

Os principais tipos de Psoríase

Bem parecida com muitas doenças, a psoríase é dividas em diversos tipos, mudando um pouco os locais onde degradam, a espessura que se cria e também a dor que passa.

A psoríase em placa, que é a forma mais comum da doença. Ela cria formas, normalmente arredondadas, espalhadas pelo corpo, principalmente nas áreas mais úmidas. Sua cor é avermelhada e com bordas e escamações embranquecidas. Seus principais sintomas é a dor, coceira e pele seca.

Psoríase no couro cabeludo, que é bem parecida com a anterior, porém na parte do couro cabeludo. As células mortas se assemelham muito a caspas, pela cor branca. O principal sintoma é a coceira.

Psoríase gutata, que são milhares de feridas em formas de micro gotas, de no máximo 1 cm, que aparecem no corpo. O motivo da sua infestação são infecções bacterianas. Elas aparecem, normalmente, espalhadas pelo tronco do corpo.

Psoríase invertida, que são grandes manchas avermelhadas que aparecem nas dobras do corpo, como virilha, seios ou glúteos. São comuns nessas áreas, pela umidade e suor. Esse tipo é mais comum em pessoas obesas.

Psoríase ungueal, que afetam as unhas, tanto dos pés, quanto as das mãos. Elas afetam diretamente na forma visual e estrutural do crescimento das unhas, deixando-a mais grossa, sem cor, com manchas amareladas e pequenos buracos, dando a impressão de estar parecendo “podre”.

Além dessas cinco citadas, podemos citar outros tipos, como a psoriática, eritrodérmica, pustulosa e entre outras, porém elas acontecem de forma mais rara nas pessoas, porém ainda são formas da psoríase se espalhas pelo corpo.

Prevenções e tratamentos

Como falado, não existe nenhum tipo de cura ou prevenções regulares para a psoríase, então é extremamente importante buscar médicos e especialistas. Porém, existe algumas dicas para evitar e cuidar da doença, para não se tornar algo pior.

A primeira, e única, prevenção a se tomar é não demorar a procurar um especialista, uma dermatologista principalmente, quando os sinais começam a aparecer, pois pode se tornar algo pior, aumentando os sintomas, principalmente a dor e coceira causadas.

Já entre os tratamentos, tanto medicinais, como caseiros, são com um pouco mais de opções:

  • Pomadas hidratantes no local, após o banho, principalmente vaselina, creme de ureia ou pomadas que possuem vitamina D
  • Preparações que possuem alcatrão, como xampus e óleos
  • Entre as drogas mais utilizadas, destacamos a Corticosteroides, que é utilizada para tratamento de pele
  • Outros medicamentos usados são: Acitretina e Metrotrexato
  • Banhos curtos diários de sol ou exposição a luz ultravioleta, porém muito cuidado ao risco de câncer de pele
  • Banhos em água de fonte mineiras
  • Banhos dinheiros no mar
  • Alimentos cozidos, naturais ou grelhados
  • Alimentos que possuem ômega 3

Lembrem-se, os todos esses tratamentos devem ser feitos, somente depois da supervisão e aprovação do especialista, principalmente o consumo de medicamentos orais.

Como vimos, apesar de ser comum e expostas a qualquer pessoa, existem muitos fatores para ficar de olha na psoríase. As dores, queimações e coceiras causam por ela são extremamente irritantes e desconfortantes, então é importante levar a sério caso venha a surgir manchas avermelhadas no seu corpo. Não fique com vergonha, vá procurar um especialista, caso alguma anormalidade apareça na sua pele, pois a grandes chances de ser psoríase ou alguma doença mais grave, e quanto mais tempo o médico ter para tratar dela, mais chances de tudo se resolver com sucesso.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (2 votes, average: 1,50 out of 5)
Loading...