Funchicórea


Um dos principais problemas que pais e mães sofrem com seus filhos recém-nascidos são as colocais e prisões de ventre, ou qualquer outra manifestação intestinal irregular no organismo da sua criança. O choro inconstante ou irritação é uma das maneiras delas demostrarem que algum desses problemas está acontecendo.

Infelizmente, mesmo mantendo uma boa alimentação do bebê, até mesmo guiado por uma dieta de uma nutricionista, é quase que certeza que esse desconforto intestinal irá surgir, tirando o sossego, tanto da criança, por estar sofrendo de dor, tanto dor pais, que não saberão direito como tratar o problema.

Por esses motivos, surgiram alguns medicamentos de uso infantil para auxiliar no tratamento desses desconfortos. Entre eles, temos o Funchicórea, que é um polêmico, famoso e recomendado por muitos pediatras para recém-nascidos. Hoje, iremos abordar informações importantes sobre ele, se é realmente recomendado e seguro, como utilizá-lo e quais situações é realmente necessário seu uso.

O que é Funchicórea

O famoso medicamento Funchicórea, que é distribuído e comercializado a base de pó fitoterápico, é utilizado para o tratamento e alívio de cólicas, além de outras disfunções, manifestações e desiquilíbrios intestinais de crianças, normalmente.

Funchicórea

Segundo a bula do Funchicórea, a sua composição é dividida pelos seguintes ingredientes bases, que é contada por cada 0,15g do pó:


  • 0,200mg de Extrato mole da folha de chicórea
  • 19,5000 mg da raiz de Ruibarbo em pó
  • 0,0005 ml Essência das flores de funcho

Além disso, outros componentes que completam a receita, funcionando como 0,15g excipiente, são: Sacarina, Carbono de Magnésio.

O peso líquido comercial do pó fitoterápico Funchicórea é 3g.

Para que serve Funchicórea

Como citado anteriormente, o pó é indicado e utilizado para combater e aliviar cólicas intestinais e prisão de ventre, além de outros desconfortos na região, dos recém-nascidos.

Uma segunda ação do Funchicórea, além da indicação para aliviar problemas intestinais, é sua utilização para acalmar a criança quando ela está estressada ou muito agitada, principalmente por possuir adoçante e um sabor agradável. Está utilização é um pouco polêmica e desagrada muitos profissionais da área, pois são totalmente contra o uso de um medicamento fitoterápico somente para acalmar e relaxar o recém-nascido pelo seu gosto adocicado.

Mesmo sabendo da ação e indicação do pó, é totalmente necessário a orientação de um pediatra para não colocar em risco a vida do seu filho.

Funchicórea como usar

O uso é oral.

A posologia de como usar e dividir a dose do Funchicórea é bem simples, sendo divida pela medida, utilizando a própria tampa do frasco para isso. A divisão é:

Crianças com idade até 1 mês de vida devem tomar uma medida de 4 em 4 horas.
Crianças de 1 mês a 2 meses de vida devem tomar uma medida de 3 em 3 horas.
Crainças de 2 meses a 6 meses de vida devem tomar duas medidas de 4 em 4 horas.

A quantidade de medidas devem ser misturadas com 40 mL de água filtrada.

A posologia pode sofrer alterações, dependendo da orientação pediatra.

Como dar Funchicórea para recém nascido

Para o recém nascido tomar o pó fitoterápico é bem simples. Basta a mãe ou pai da criança misturá-lo , até diluir, com 40 ml de água filtrada, ou até mesmo leite, e colocar o líquido dentro da mamadeira. A criança conseguirá tomar sem engasgar ou ter muitas dificuldades para ingestão.

Nunca dê o remédio para seu filho sem diluir o pó em água, pois pode causar asfixia. Não deixe o medicamento ultrapassar o tampa da mamadeira.

Funchicórea funciona?

A efetividade do Funchicórea é um dos debates que transforma o medicamento em algo tão polêmico e complexo de ser utilizado em certos tratamentos.

O pó, que já foi até proibido pela Anvisa em 2012, e será melhor explicado mais a frente no artigo, gera muita polemica, pois não existe nenhum estudo sobre a efetividade no o tratamento e alívio dos sintomas de dor das cólicas intestinais e prisão de ventre, apesar dele já ser utilizado a mais de 70 anos. A única ação realmente efetiva da sua utilização é acalmar e relaxar o recém-nascido, pelo fato do seu gosto adocicado.

Muitos médicos pediatras são totalmente contra a recomendação do Funchicórea, alegando que existem outras maneiras de acalmar as crianças e combater os problemas intestinais. Algumas mães e pais que utilizar afirmam coisas bem distintas. Umas dizem que o medicamento foi totalmente efetivo, outros que não teve nenhuma reação positiva.

Por isso, antes de dar para seu filho tomar, busque uma orientação médica especialista sobre o pó fitoterápico.

Contraindicação

Como toda a utilização de medicamentos, o pó Funchicórea possui algumas contraindicações importantes a serem seguidas pelas mães e pais, não colocando seu filho em risco. São elas:

  • Recém-nascidos que tenham hipersensibilidade ou alergia a algum dos componentes que fazem parte da composição do remédio.
  • Nunca dar para a criança o Funchicórea sem antes ter o diluído em algum líquido.

Funchicórea efeitos colaterais

Em casos raros, a utilização do pó fitoterápico pode causar reações revesas intestinais, como vômito e diarreia em excesso.

6 dicas para aliviar a cólica em bebês sem usar Funchicórea

Como a efetividade do pó fitoterápico Funchicórea é colocada em risco pela falta de estudos, vamos citar algumas dicas bem importantes para você utilizar em seu bebê, conseguindo aliviar bastante a dor causada pela cólica intestinal. São elas:

  • Massagens são bem recomendadas para aliviar os sintomas de problemas intestinais nas crianças. Uma muito utilizada é a massagem Shantala.
  • Colocar um pano molhado em temperatura morna no abdome da criança faz a redução das contrações que estão ocorrendo. Com isso, a dor irá sumir e a cólica terá um alívio significativo.
  • Colocar um pequeno saco com sementes de linhaça, sagu e até de ameixa no abdome do recém-nascido também faz o alívio da dor e das contrações.
  • Em caso da temperatura estar fria, aquece a criança com cobertas.
  • A famosa prática do pedalinho, fazendo o movimento do pé da criança como se estivesse pedalando, é uma alterativa bem interesse e divertida para ajudar na cólica infantil.
  • É recomendado a mãe que esteja amantando tomar muita água, pois isso ajudará muito o bebê a ficar bem hidratado ao tomar o leite materno, conseguindo aliviar, e até mesmo prevenir, bastante os sintomas de dor da cólica intestinal infantil.

Existem algumas outras maneiras bem efetivas e interessante para conseguir evitar os sintomas de problemas intestinais nos recém-nascidos sem utilizar nenhum medicamento. Vale procurar informação médica especialista, principalmente de pediatras, fisioterapeutas infantis e nutricionista.

Funchicórea anvisa

O Funchicórea já teve a proibição da Anvisa, conhecida como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, em 2012. A justificava da vigilância foi que o remédio não tinha nenhum estudo comprovando a real eficiência dele, podendo colocar crianças em risco. Além disso, o pó da planta de ruibarbo poderia sofrer alterações na composição, algo que ajudou a proibição.

Em 2013, após alguns debates entre a Anvisa e o fabricante, o pó fitoterápico foi liberado para uso, sendo comprovado que sua composição não causaria nenhum problema a quem  ira utilizar.

Funchicórea preço

O medicamento é comercializado pelas principais farmácias populares em forma de pó fitoterápico.

A distribuição é feita, normalmente, em frasco com 3g. O preço varia de R$10 a R$15.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (No Ratings Yet)
Loading...