Flexalgin


Muitas pessoas confundem a dor nos ossos com uma dor muscular, até diminuindo a devida atenção que esse tipo de dor pode causar, porém a dor nos ossos é caracterizada por uma dor mais complexa, que continua mesmo quando a pessoa está parada, por exemplo.

Quando a dor nos ossos dura mais de 1 semana, é necessário que o paciente procure um médico ortopedista para uma avaliação clínica para que possar dar inicio ao tratamento adequado.

A dor nos ossos pode ser causada por diversos fatores como:

  • Pancadas: Quando surge um acidente que ocasiona uma pancada muito forte e queda, principalmente em acidentes de carros e motos ou de andaimes e lugares altos.
  • Gripe: Você pode sentir fortes dores de ossos, sensação de peso e cansaço quando está com gripe ou resfriado, normalmente isso ocorre com o surgimento do catarro.
  • Osteoporose: O mais comum nas dores de ossos é devido a osteoporose, que é quando você sente dor nos ossos dos braços e pernas. Isso ocorre devido a falta de vitamina D e cálcio no corpo.
  • Infecção dos ossos: É também conhecida como osteomielite, onde o paciente sente dor no corpo todo, inclusive com febre, inchaço e vermelhidão no local da dor.
  • Câncer: Os primeiros sintomas de leucemia incluem dores nas pernas e cansaço.

Para um diagnóstico preciso é necessário que o paciente procure o seu médico. Normalmente em casos de infecção e inflamação o Flexalgin é indicado para reduzir os sintomas e resolver o problema.

Para que serve o Flexalgin

flexalgin


Flexalgin é um remédio que serve para o tratamento de reumatismo (que é qualquer infecção aguda ocasionado por dor articular ou por outras alterações dos músculos e ossos).

Um dos exemplos sobre essa doença é a dor da coluna lombar (lombalgia),  osteoartrites (que é um tipo de artrite que ocorre quando o tecido flexível nas extremidades dos ossos se desgasta).

Crise aguda de gota (doença que ocorre pela deposição de cristais ácido úrico junto ás articulações e em outros órgãos).

O medicamento também serve para estados inflamatórios agudos pós-cirúrgicos. A sua ação também é indicada como parte do tratamento em processos inflamatórios graves originados de quadros infecciosos.

Como funciona o Flexalgin

Flezalgin possui em sua composição um relaxante muscular, anti-inflamatória e analgésica, ou seja é exatamente o que qualquer paciente procura no tratamento de uma doença, um medicamento que combata a dor.

O paciente com inchaço e dor, costuma ficar sonolento e acaba limitando-se, por isso a sua ação funciona de forma rápida para que o paciente já sinta o seu efeito a partir da primeira dosagem. 

O carisoprodol é um fármaco que age como relaxante muscular, presente no Flexalgin, ele proporciona a redução da tensão da musculatura esquelética.

A cafeína, presente também na composição do Flexalgin age como um estimulante do sistema nervoso central, que corrige a sonolência, além de atuar no combate a dor da musculatura, controlando o cansaço do paciente.

O medicamento também conta com o diclofenaco sódico, que diminui o sintomas da febre e inchaço, atuando no controle da dor e temperatura.

Como tomar o Flexalgin

Cada paciente possui um tratamento diferente, por isso é o médico que fará a recomendação necessária para cada paciente.

Como regra, a dose mínima indicada é que cada paciente deve ingerir 1 comprimido a cada 12 horas, respeitando-se o máximo de um comprimido tomado no intervalo de 8 horas, limitando-se ao máximo de 3 comprimidos a cada 24 horas.

Por ser um medicamento forte, deve ser considerado as mais baixas doses do mesmo, onde a duração do tratamento não deverá ultrapassar 10 dias.

No caso de tratamentos mais prolongados, o paciente deve seguir as observações médicas e ler a bula completa do medicamento.

Os comprimidos do medicamento devem ser ingeridos inteiros, durante ás refeições com auxílio de líquido. Para que o tratamento ocorra de forma eficaz, o paciente deve respeitar os horários e as doses recomendadas para o tratamento.

Contraindicação do Flexagin

O medicamento é contraindicado para pacientes que possuem alergia aos componentes da fórmula do Flexagin (paracetamol + carisoprodol + diclofenaco sódico + cafeína).

É contraindicado em pacientes com insuficiência cardíaca, hepática, renal, hipertensão arterial e em pacientes alérgicos aos anti-inflamatórios de quadros reativos como asmáticos, coceira e inflamação da mucosa no nariz.

Esse medicamento não pode ser utilizado por crianças.

Durante o tratamento, o paciente não pode usar outro produto que contenha paracetamol.

Efeitos colaterais do Flexalgin

Aumento das enzimas do fígado: A probabilidade de 1 paciente a cada 10.

Insônia, tremor, dor, hemorragia gastrintestinal, úlceras gastrintestinais, diarreia, indigestão, náusea, vômitos, constipação, flatulência, dor abdominal, pirose, retenção de fluidos corpóreos, anemia, distúrbios da coagulação, broncoespasmo, rinite, zumbido, febre, doença viral: A probabilidade de 1 paciente a cada 100.

Hipertensão, insuficiência cardíaca congestiva, vertigem, sonolência, agitação, depressão, irritabilidade, ansiedade, alopecia, urticária, dermatite, eczema: A probabilidade de 1 paciente a cada 1.000.

Meningite asséptica, convulsões, pancreatite, hepatite fulminante, insuficiência hepática, depressão respiratória, pneumonia, perda auditiva, agranulocitose, anemia aplástica, anemia hemolítica, reações anafilactoides, dermatite esfoliativa, eritema multiforme, Sindrome Stevens-Johnson, necrólise epidérmica tóxica: A probabilidade de 1 paciente a cada 10.000.

Precauções

O medicamento Flexalgin só poderá ser usado sob prescrição médica;

Não foi estabelecido segurança e eficácia para o tratamento em crianças, por isso o seu uso é recomendado apenas para adultos;

Utilizando o medicamento, existe possibilidade de  reativação de úlceras pépticas;

Pacientes com pressão alta não devem usar o medicamento;

O medicamento tem prazo de 10 dias, prolongando o seu uso pode levar à drogadição e sua descontinuação, à síndrome de abstinência;

O uso concomitante com álcool e drogas depressoras do sistema nervoso central não é indicado;

No caso de reações alérgicas como coceiras e vermelhidão, o uso do medicamento deverá ser suspenso e o médico informado;

O medicamento deve ser mantido em temperatura ambiente, protegido da luz e umidade;

Interação medicamentosa

A interação medicamentosa dos componentes da fórmula são:

Diclofenaco: Aumento do risco de sangramento, toxicidade pelo metotrexato, insuficiência renal aguda, aumento das concentrações plasmáticas de diclofenaco, aumento do risco de convulsões, aumento da concentração plasmática de ciprofloxacino, redução do efeito anti-hipertensivo, aumento do risco de hipoglicemia, aumento do risco de desenvolvimento de lesões da mucosa gástrica, redução do efeito diurético, hipercalemia, possível nefrotoxicidade, redução da eficácia diurética e anti-hipertensiva, redução do efeito anti-hipertensivo e aumento do risco de insuficiência renal, aumento do risco de toxicidade pela ciclosporina, fraqueza, tremor, sede, disfunção renal, colestase, aumento do risco de eventos adversos dos anti-inflamatórios não-hormonais, náuseas, vômitos, diminuição da biodisponibilidade do diclofenaco e aumento do risco de hemorragia gastrointestinal.

Carisoprodol: Depressão respiratória e depressão do sistema nervoso central.

Cafeína: Aumento das concentrações de cafeína e da estimulação do sistema nervoso central, sedação, convulsões, hipotensão, aumento das concentrações plasmáticas da teofilina, ansiedade, irritabilidade, insônia, aumento da diurese, redução do efeito terapêutico de outro medicamento, dedução do efeito sedativo e ansiolítico de outro medicamento, aumento do risco de excitação cardiovascular e cerebral associado a altas concentrações de cafeína e aumento do risco de eventos adversos relacionado à cafeína.

Paracetamol: Hepatotoxicidade pelo paracetamol, neutropenia, aumento do risco de sangramento, potencialização do efeito anti-coagulante, redução da eficácia do paracetamol, aumento do risco de hepatotoxicidade, vômitos, hipotensão e hipotermia. 

Preço do Flexalgin

O preço médio do medicamento está entre R$ 6,80 até R$ 25,42, porém dependendo da região e da farmácia, esse preço pode sofrer variações para mais e para menos. 

Flexalgin genérico

Existem diversos medicamentos similares ao Flexalgin, que possuem a mesma substância do antibiótico (paracetamol, carisoprodol, diclofenaco sódico e cafeína).

Os medicamentos genéricos do Flexalgin são: Sedilax, Abederil, Algi-butazolon, Tandrotamol, Algi Tanderil, Tandriflan, Tanderalgin, Infralax e Trilax.

Todos os medicamentos são encontrados facilmente em todas as redes de farmácias e drogarias do país com preço médio entre R$ 3,60 até R$ 38,20.

Pergunta dos leitores

Flexalgin serve para dor de dente?

O Flexalgin serve para dor de dente, pois ele atua como anti-inflamatório que trata tanto a dor de dente quanto o processo de cicatrização. 

Flexalgin serve para dor de cabeça?

O medicamento serve para dor de cabeça, pois ele alivia instantaneamente a dor, porém não é indicado o seu uso sem prescrição médica, por isso é importante o paciente consultar o seu médico para uma avaliação clínica, principalmente se as dores de cabeça forem frequentes. 

Flexalgin da sono?

O Flexalgin não dá sono, ao contrário de outros medicamentos ele tem em sua composição a cafeína que possibilita reduzir a fadiga, corrigindo a sonolência. 

Flexalgin é um antibiótico?

O Flexalgin não é considerado um antibiótico e sim um anti-inflamatório, analgésico e relaxante muscular.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (7 votes, average: 4,43 out of 5)
Loading...