Colpist MT


Apesar de pouco falado, infecções genitais são comuns e atingem  milhares de mulheres, as doenças incluem a candidíase, gonorreia, clamídia ou sífilis e para que possam ser identificadas é preciso reconhecer os seus sintomas, pois por mais que sejam semelhantes, cada doença apresenta sintomas peculiares.

Infecções genitais femininas devem ser tratadas com um ginecologista. O seu diagnóstico se dá através de exame de sangue e também colheita do corrimento, para que possa ser diagnosticado de forma eficaz. O corrimento é a secreção expelida pela vagina que gera bastante desconforto, pois possui odor, coloração diferentes, além de incomodar a genitália.

As principais causas de um corrimento além de infecções vaginais (infectado por um fungo), também podem ser por vulvites e vulvovaginites (inflamação da zona intima), infecções cervicais ou do colo do útero (infecção por vários micro-organismos), Doenças Sexualmente Transmissíveis – DSTs (infecção transmitida por contato sexual, causada por bactérias, vírus ou parasitas) e  Alergias.

Na maioria dos casos, como muitas destas doenças são sexualmente transmissíveis o parceiro também deve fazer o mesmo tratamento do paciente, mesmo que não apresente sintomas. Além disso, durante todo o tratamento é recomendado o uso de preservativo, para evitar novos contágios com a doença.

O Colpist MT é um creme vaginal bastante indicado para esses casos, sendo recomendado por ginecologistas e apresentando resultados satisfatórios no tratamento das bactérias específicas e inespecíficas também.

Para que serve o creme Colpist MT

O Colpist MT é um creme vaginal que auxilia no tratamento de corrimentos e infecções genitais.


Como funciona Colpist MT

Colpist MT

Sua formulação apresenta uma associação de agentes específicos de ampla e comprovada eficácia contra infecções causadas por trichomonas vaginalis, gardnerella vaginalis, candida albicans entre outras bactérias.

Esses agentes são responsáveis por uma série de corrimentos genitais, sendo assim o creme combate a candidíase, vaginose bacteriana, tricomoníase e as diversas infecções genitais.

Composição

Cada grama do creme vaginal Colpist MT possui 62,5 mg de benzoilmetronidazol, 25.000 UI de nistatina e 1,25 mg de cloreto de benzalcônio (os principais componentes da fórmula).

Os seus excipientes são: base neutra hidrossolúvel, óleo mineral, metilparabeno, propilparabeno, álcool cetílico e água de osmose.

Como usar o Colpist MT

O uso do medicamento deve ser sempre a noite (na hora de dormir), sendo recomendado o seu uso por 10 dias seguidos.

Por segurança, a bisnaga do medicamento se encontra completamente lacrada. A bisnaga possui quantidade suficiente para 10 aplicações.

O aplicador até a trava do êmbolo consome, por dose, a quantidade máxima de 4g do produto, sendo considerado até o resíduo que permanece no mesmo.

O paciente deve fazer a higienização das mãos e evitar qualquer tipo de contato direto das mãos com o local de aplicação. Siga as recomendações abaixo:

  1. Retire a tampa da bisnaga;
  2. Fure o lacre da bisnaga, colocando o bico perfurante da tampa;
  3. Rosqueie a cânula do aplicador ao bico da bisnaga;
  4. Segure a bisnaga com uma das mãos, e com a outra puxe o êmbolo do aplicador até encostar no final da cânula (tubo);
  5. Com o embolo puxado, aperte devagar a base da bisnaga com os dedos, de maneira a empurrar o creme e preencher a cânula do aplicador até a trava. É importante apertar a bisnaga com cuidado para que o creme não entorne o êmbolo;
  6. Tire a rosca do aplicador e feche a bisnaga;
  7. Introduza de forma delicada a cânula do aplicador na vagina, o mais profundamente possível, e empurre o êmbolo, até esvaziar o aplicador.
  8. A aplicação se torna mais fácil, se o paciente estiver deitado de costas, com as pernas dobradas e os joelhos afastados;
  9. Durante cada aplicação, é necessário utilizar um novo aplicador e após o uso, o mesmo deverá ser descartado.

Contraindicação do Colpist MT

O creme vaginal é contraindicado em pacientes que tenham alergia aos componentes da fórmula (Benzoilmetronidazol, Nistatina e Cloreto de Benzalcônio).

O Colpist MT é contraindicado para pacientes que fazem ou fizeram uso de álcool ou qualquer preparação que contenham propilenoglicol até 03 dias antes de iniciar o tratamento.

O medicamento também é contraindicado para pacientes que fizeram uso de dissulfiram pelo período de até 15 dias antes do inicio do tratamento.

Não é recomendado o uso do Colpist MT em gestantes no primeiro trimestre de gestação e nem durante a amamentação, pois o metronidazol atravessa a placenta e está presente no leite materno.

Precauções

O uso do creme vaginal é contraindicado para pacientes que ingeriram bebida alcoólica no prazo de até 03 dias antes do inicio do tratamento.

O medicamento só pode ser utilizado por via vaginal.

Bebidas alcoólicas e medicamentos que contenham álcool e propilenoglicol na sua formulação não devem ser utilizados durante e até 3 dias após o uso do creme vaginal pode provocar sintomas como cólicas abdominais, enjoos, vômitos, dores de cabeça e manchas na pele.

Quando utilizado ao mesmo tempo ou até 15 dias depois do uso de dissulfiram, o Colpist MT pode causar sintomas psicóticos e confusão mental.

Caso o paciente faça uso de anticoagulante oral a base de warfarina, pode haver um aumento de seu efeito anticoagulante com o uso de Colpist MT.

Utilizando o lítio juntamente com Colpist MT pode causar sintomas de toxicidade como cansaço excessivo, diarreia, confusão mental e vômitos.

O Colpist MT possui nistatina em sua composição, podendo danificar preservativos a base de látex.

Efeitos colaterais do Colpist MT

Os efeitos colaterais provocados pelo uso do medicamento ocorre em cerca de 10% dos pacientes, sendo as reações mais comuns: Ardor genital e coceira vaginal.

Reações adversas como dores de cabeça, desconforto abdominal, diarreia, enjoo e perda do apetite também são comuns.

Os efeitos colaterais menos comuns são de lesões e vermelhidão na pele.

O uso do Colpist MT, em contato com os olhos, pode causar lacrimejamento e irritação ocular.

Superdosagem

Não existem relatos de superdosagem do medicamento, porém caso o paciente realize a superdosagem por engano, deve procurar imediatamente o seu médico.

Interação do Colpist MT com outros remédios

São poucos os relatos de interação medicamentosa com uso do Colpist MT.

De maior gravidade figura o etanol, pois o medicamento é contraindicado para pessoas que tenham ou consumam bebidas alcoólicas de até 03 dias de antecedência ao inicio do tratamento.

Utilizando o medicamento ao mesmo tempo com dissulfiram e metronidazol pode ocasionar sintomas psicóticos e confusão mental. O metronidazol não deve ser usado em pacientes que fizeram uso de dissulfiram por pelo menos os últimos 15 dias.

O paciente que utiliza lítio ao mesmo tempo com o Colpist MT pode ocasionar o aumento no nível sérico e toxicidade do mesmo, onde o paciente pode sentir cansaço, confusão mental, enjoo e diarreia.

Armazenamento

O medicamento encontra-se na forma de creme amarelo claro, com cheiro suave e agradável e livre de impurezas visíveis.

O Colpist MT deve ser conservado em sua embalagem original, armazenado em temperatura ambiente, protegido da luz e umidade.

Na embalagem do medicamento é possível encontrar o número de lote, data de fabricação e prazo de validade.

Antes de usar o creme vaginal, observe o seu aspecto. Não utilize o mesmo após o prazo de validade.

Mantenha o medicamento longe de crianças.

Preço do Colpist MT e onde comprar mais barato

Colpist MT é um creme vaginal que tem como objetivo realizar a cura microbiológica de corrimentos e infecções genitais.

O medicamento pode ser encontrado em farmácias e drogarias pelo preço médio de R$ 24,51 a R$ 33,71.

Genérico do Colpist MT

O Kolpitrat é um medicamento similar ao Colpist MT, o creme vaginal apresenta as mesmas substâncias do Colpist MT (Benzoilmetronidazol + Nistatina).

O Kolpitrat  pode ser encontrado pelo preço médio de R$24,14 a R$29,91.

Pergunta dos leitores

Colpist MT precisa de receita?

Sim. Para a compra do medicamento é necessário a apresentação de receita médica (branca 2 vias).

Pode usar Colpist MT menstruada?

O uso do creme vaginal pode ser realizado em qualquer fase do ciclo menstrual, desde que receitado pelo médico especialista.

Colpist MT serve para corrimento?

Sim, o Colpist MT combate as bactérias e fungos, incluindo corrimentos, auxiliando em todo tratamento da infecção.

Colpist MT é indicado na gravidez?

O médico que irá avaliar o uso do Colpist MT em gestantes. Não é recomendada a utilização do medicamento no primeiro trimestre de gravidez e nem durante a amamentação, pois o metronidazol atravessa a placenta e está presente no leite materno.

Porém não existem evidências de que o metronidazol seja prejudicial durante o último estágio de gravidez, mas é aconselhável que antes da utilização do creme vaginal, seja feita uma avaliação dos benefícios do tratamento contra os possíveis riscos para a mãe e o feto.

Caso a gravidez aconteça durante o tratamento ou logo em seguida do seu término, o paciente deve informar o seu médico.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...