Clotrimazol: O que é e para que serve?


O clotrimazol é um medicamento utilizado para o combate de fungos. Ele pode ser encontrado nas farmácias como um creme dermatológico, spray, creme vaginal, comprimidos vaginais e até em solução de gotas.

Comercialmente é mais conhecido pelos nomes de Gino Canesten ou só Canesten. Por conta da sua ação antifúngica ele pode ser receitado e indicado para diversos tipos de micoses. Veja abaixo alguns exemplos:

  • Micose da virilha ou tinea cruris
  • Candidíase peniana
  • Pitiríase versicolor
  • Micose dos pés
  • Vulvovaginite por cândida ou candidíase vaginal.

Clotrimazol é eficiente para as micoses de unha e dermatite seborreica?

Algumas pessoas tem essa dúvida porque já viram na bula a indicação para esse tipo de tratamento. O que se percebe, no entanto, é que o efeito do medicamento para esse tipo de micose não é eficiente.

Por isso não é aconselhado usar clotrimazol para micose nas unhas. Existem muitas outras opções que vão resolver esse problema muito melhor que ele.

A mesma coisa acontece com relação à dermatite seborreica. Por mais que frequentemente seja indicado para esse tipo de tratamento ele não é uma boa opção para isso. Com algumas pesquisas realizadas o resultado do clotrimazol não foi o dos melhores.


Existem contraindicações?

Todos os remédios que são comercializados no mercado possuem contraindicações. Algumas substâncias podem reagir de forma diferente em corpos diferentes. Por isso é muito importante prestar atenção nesse ponto antes de sair tomando qualquer remédio por aí.

No caso do clotrimazol a única contraindicação que é mencionada é para pessoas que tenham alergia a qualquer um dos seus componentes. Nesses casos o uso fica estritamente proibido. Uma outra coisa que é preciso considerar tem a ver com a gravidez.

Apesar de não ser proibido para mulheres grávidas, nos três primeiros meses de gestação o mais indicado é evitar o uso de qualquer medicação, só por meio de aconselhamento médico e se for muito necessário.

Clotrimazol X Gravidez

Como já mencionamos anteriormente esse não é um medicamento que está proibido durante o processo de gestação. A recomendação é restrita aos três primeiros meses, sendo preferível que a mãe não faça ingestão de nenhum tipo de medicação.

O mesmo acontece no período de lactação. Não existem evidências que mostrem algum tipo de efeito nocivo causado pelo Clotrimazol em recém-nascidos.

Como utilizar o Clotrimazol

clotrimazol

Abaixo você verá o modo de uso que é indicado por meio da bula do Clotrimazol, mas é muito importante que antes de começar a manuseá-lo você tire dúvidas com um profissional da área de saúde!

  • Clotrimazol Spray: A aplicação deve ser feita de 2 a 3 vezes na área afetada.
  • Clotrimazol creme vaginal: Durante três dias seguidos, uma vez por noite, é necessário introduzir o aplicador cheio de creme o mais fundo possível na vagina. Para uma melhor aplicação a recomendação é que a paciente esteja deitada de costas com as pernas um pouco dobradas.
  • Clotrimazol creme dermatológico: Faça a aplicação de uma camada fina em cima da área afetada de 2 a 3 vezes ao dia.
  • Clotrimazol comprimido vaginal: A aplicação é simples. É necessário introduzir o comprimido o mais profundo possível na vagina na hora de se deitar.

Uma dica sobre a utilização desse medicamento é a de lavar e secar bem a área antes de fazer a aplicação. Isso faz com que o efeito do clotrimazol seja muito mais eficiente.

Quanto custa esse medicamento?

O preço pode sofrer variações de acordo com a farmácia, por isso a estimativa é que ele custe de R$3 a R$26.

Nomes comerciais do Clotrimazol

É importante que você saiba que é um tanto difícil encontrar esse medicamento por esse nome. Como mencionamos no início do artigo o mais comum é que o encontre por nomes como Canesten ou Gino Canesten, no entanto, você também pode encontrá-lo em forma genérica.

É importante que você tenha acesso aos outros nomes do medicamento para que possa comprar o que preferir, seja por causa de valor do produto ou até mesmo pela sua falta na farmácia.

Por conta disso resolvemos reunir alguns dos nomes comerciais mais comuns para ele:

  • Dermotrizol
  • Clomazem
  • ABC
  • Clotrimix
  • Dermobene
  • Neo Clotrimazyl
  • Clotren
  • Antimicotico Ctl
  • Dermo Trimazen

Corro risco de ter efeitos colaterais?

Praticamente todos os medicamentos industriais (e alguns naturais) podem causar efeitos colaterais. Isso acontece por causa de alguma sensibilidade a substâncias ou a outros fatores ainda desconhecidos.

O que você precisa saber é que sofrer com esses efeitos não é uma regra e não se pode ter certeza de quando irá acontecer ou não. Por esse ser é um medicamento de ação utópica, os efeitos colaterais acabam se tornando um tanto raros.

Um efeito que é mais comum ocorrer é uma ardência na região vulvovaginal e nos homens a ardência é na região da glande. Também é possível ocorrer desmaio, falta de ar, dor abdominal, diminuição da pressão arterial, desconforto, dor, inchaço, urticária e irritação.

Se esses efeitos aparecerem o mais indicado é que você procure um médico. Em alguns casos é preciso suspender o uso do clotrimazol.

Superdosagem

Esse é um tipo de medicamento que tem riscos mínimos de superdosagem, já que o tratamento precisa ser feito de acordo com o que está escrito na receita.

Se por acaso ainda assim você se descuidar e por alguma razão houver uma superdosagem será necessário que você vá até a unidade de saúde mais próxima e informe a quantidade administrada.

Interações medicamentosas

A única interferência que pode ser causada pelo clotrimazol tem a ver com a sua aplicação em áreas genitais. Isso pode promover a ineficácia de métodos contraceptivos que tenham base de látex, como é o caso da camisinha e até do diafragma.

Por isso é bom solicitar ao seu médico outra forma de conseguir evitar a gravidez. Algumas pessoas acreditam que o uso de clotrimazol pode interferir na eficácia de pílulas anticoncepcionais, mas isso é só um mito.

Procure um médico!

Por mais que você tenha acabado de entender o que é o clotrimazol e para que serve não é recomendado que você faça o uso desse medicamento por conta própria. Procure um médico e siga as suas recomendações.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (10 votes, average: 4,00 out of 5)
Loading...