Cuidado com os chás abortivos


Se você está grávida precisa se preocupar com os chás abortivos. Muitas mulheres já passaram pela difícil experiência de ter complicações na gravidez, ou perder o filho, depois de tomar esses chás sem nem ter conhecimento sobre isso.

Enquanto existe muita gente que toma chás abortivos conscientemente para interromper a gravidez, muitas mulheres que sonham em ter filhos tomam o máximo de cuidado para não ingerir nada que possa fazer mal a esse período.

Os chás estão presentes no mundo inteiro, muitas vezes com os mesmos ingredientes. Cada chá tem a sua própria característica, cor, aroma, sabor… Existem chás com efeitos dos mais diversos, desde os calmantes, os emagrecedores e os chás abortivos.

Durante o nosso texto você vai entender o efeito que esse tipo de chá causa ao organismo e quais são esses chás que devem ser evitados por mulheres grávidas.

O que são chás abortivos

Os chás abortivos são chamados dessa forma porque a sua composição contém alguma substância que pode provocar o aborto espontâneo. Ele pode ser feito de folhas, flores, ervas, sementes ou até mesmo de extrato vegetal.

Existe uma série de componentes que são aconselhados por especialistas a serem evitados durante a gravidez justamente por conta desse risco. Algumas pessoas acreditam que somente a ingestão em grande quantidade desses chás pode provocar o aborto, mas estudos conseguiram detectar que em alguns casos apenas uma porção pequena já pode causar grandes prejuízos.


Em alguns casos o feto é totalmente abortado, em outros os chás abortivos causam danos irreversíveis à criança que cresce com algum tipo de deficiência ou anomalia.

De que são feitos os chás abortivos

Como já mencionamos os chás abortivos podem ser feitos de folhas, flores, extrato vegetal, semente e ervas. Existem várias substâncias que podem provocar o aborto espontâneo, principalmente nos primeiros meses da gravidez

Fizemos um quadro abaixo para que você possa conhecer a matéria prima dos chás abortivos mais comuns. É possível que existam outras substâncias além desse quadro que acabam tendo esse mesmo efeito.

Observe:

Sene Angélica Amica Jarrinha
Mata-Pasto Mirra Canela Catuaba
Artemísica Erva-de-Santa Maria Copaíba Trombeta
Lágrima de Nª Senhora Peônia Erva de Macaé Cravo dos Jardins
Azedaraque Erva-andorinha Erva-grossa Noz-moscada
Pessegueiro Quebra-pedra Transagem Romã
Cinamomo Jaborandi Poejo Guaçatonga
Agoniada Flor-da-boa-noite Beldroega Melão-de-são-caetano
Manjericão Carrapicho Arruda Saião
Hortelã (Menta Piperita) Erva-de-bicho Comigo-ninguém-pode Buchinha-do-norte
Algodoeiro Jurubeba Salsaparrilha Confrei
Cipó-jarrinha (Cipó-mil-homens) Sálvia Pinhão-de-purga Cavalinha
Jequirit Boldo Ruibarbo Cáscara-sagrada

Efeitos colaterais dos chás abortivos

Além do problema principal de causar aborto espontâneo, existe uma série de efeitos colaterais que as pessoas que tomam esse tipo de chá podem sentir. Principalmente quando se trata de chás que são feitos com mistura de muitos ingredientes ao mesmo tempo.

Algumas pessoas acreditam que esses chás abortivos, também conhecidos como coquetel (por causa da quantidade de ingrediente), têm efeito mais poderoso para ação abortiva. Ao ingerir algo do tipo, não só o feto é prejudicando, como a mãe também pode sofrer uma série de problemas de saúde.

As mulheres que costumam tomar esse tipo de chá no período de gestação costuma ter aumento da pressão arterial, enjôos, vômitos, contrações antes do momento e em alguns casos forte dor de cabeça, febre e até desmaios.

Podemos dizer que a má formação do feto também é um dos efeitos colaterais, além da dificuldade na produção do leite materno.

Efeitos dos chás abortivos a quem não está grávida

É preciso entender que a ingestão desses chás abortivos são causa problema para mulheres grávidas. As substâncias contidas nele prejudicam o processo da gravidez podendo trazer resultados negativos.

Se um homem tomar o chá ou até mesmo uma mulher que não está no processo não existe nenhuma contra-indicação ou efeito negativo, muito pelo contrário. Na maioria dos casos os chás trazem benefício para a saúde do corpo e da mente do ser humano.

Indicações dos chás abortivos

chás abortivos

Acredite, médico nenhum que respeita a ética da profissão irá indicar para uma paciente a utilização de um chá abortivo com essa finalidade. O que acontece, é que como esse tipo de chá não causa nenhum problema a quem não está grávida, ele comumente é aconselhado para tratar uma série de enfermidades.

Existem chás que estão estritamente ligados a melhora no trato respiratório, na metabolização do corpo, ao emagrecimento, a ansiedade, depressão e outros problemas que o individuo desenvolve ao longo da vida.

A utilização de chás na medicina é uma forma alternativa e mais saudável de cuidar do corpo e da mente sem precisar utilizar agentes industrializados que são quimicamente modificados e sempre trazem junto com eles um efeito colateral.

Prevenções seguras par a gravidez

Os chás abortivos tem sido usado durante muitos anos por mulheres desesperadas que não querem ter filhos e que por algum motivo se descuidou. O que acontece, no entanto, é que essa é uma maneira muito perigosa e prejudicial à saúde (de ambos).

Por conta disso é importante relembrarmos que existem maneiras seguras e eficazes de evitar uma gravidez indesejada. Aprendemos isso na escola e também em contato com profissionais de saúde.

O método mais eficaz e barato para evitar a gravidez é por meio da utilização de camisinha na hora do relacionamento sexual. A camisinha não só evita a gravidez indesejada, como evita a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis. Além de ser possível encontrar camisinhas sendo vendidas em farmácias e mercadinho, elas são distribuídas gratuitamente pelo governo em postos de saúde.

Se por acaso você não queira usar camisinha, existem outras formas de evitar a gravidez. Existem os remédios chamados anticoncepcionais, que são utilizados pelas mulheres todos os dias e evitam que elas engravidem.

Se por acaso você esqueceu-se de tomar o anticoncepcional e de usar a camisinha, ainda é possível resolver a situação com a pílula do dia seguinte – que vai impedir que haja qualquer formação no seu organismo.

Ainda podemos falar sobre o diafragma e o DIU que são ferramentas medicinais instaladas no interior da mulher que impedem a passagem do espermatozóide para o útero.

Todas essas formas de prevenção promovem uma porcentagem muito maior de eficácia e evitam qualquer desgaste físico e emocional.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...