Betogenta


Existe uma série de doenças que afetam o maior órgão do nosso corpo: a pele! E para algumas dessas afecções, existe Betogenta, que atua tratando o problema.

O fato é que esses problemas podem acontecer com qualquer pessoa e, sendo assim, é sempre bom ter um aliado poderoso no seu combate.

Então, para saber um pouco mais sobre Betogenta, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber. Vamos lá?!

Para que serve o betogenta

Betogenta serve para gerar o alívio de manifestações inflamatórias de dermatoses que sejam sensíveis a corticosteroides ou quando complicadas a por infecção secundária ocasionada por micro-organismos sensíveis a gentamicina ou quando existir a suspeita dessas infecções.

Na lista desses distúrbios estão: psoríase, dermatite atópica, dermatite de contato, neurodermatite, líquen plano, intertigo, eczema, disidrose, dermatite seborreica, dermatite esfoliativa, dermatite de estase, dermatite solar e prurido anogenital e senil.

Como funciona o betogenta

Betogenta é uma pomada de ação anti-inflamatória e antibacteriana que possui efeito prolongado e início de ação rápido, o que permite sua aplicação duas vezes ao dia.


O dipropionato de betametasona é um corticosteroide que possui alta potência anti-inflamatória enquanto a gentamicina é um antibiótico que atua sobre diversas bactérias.

Composição do Betogenta

betogenta

Cada g de Betogenta possui o seguinte:

dipropionato de betametasona ………0,64mg*

sulfato de gentamicina ……..1mg**

* equivalente a 0,5mg de betametasona

** equivalente a 1mg de gentamicina

Excipientes:  butil-hidroxitolueno,  fenoxietanol,  metilparabeno,  butilparabeno  etilparabeno,   ropilparabeno,  álcool cetoestearílico, glicosídeo cetoestearílico, petrolato líquido, propilenoglicol, álcool de lanolina, polissorbato 60 e água purificada.

Como usar o Betogenta

Antes de utilizar Betogenta, bata levemente a bisnaga sobre uma superfície macia e plana, sempre com a tampa virada para cima, para que o conteúdo do produto fique localizado na parte inferior dessa bisnaga e, assim, não ocorra o desperdício quando abrir a tampa.

Para a utilização, basta aplicar uma fina camada de Betogenta de modo a cobrir totalmente a área que foi afetada.

Betogenta deve ser aplicada duas vezes por dia, de manhã e à noite, ou seja, de 12 em 12 horas.

Dependendo do paciente ou do caso, o tratamento de manutenção ideal poderá ser obtido com menos aplicações. Para esses casos, a duração do tratamento, bem como a frequência de aplicação devem ser determinadas por um profissional responsável.

Como é comum que ocorra com as preparações corticosteroides tópicas que são altamente ativas, o tratamento deve ser suspenso imediatamente após o controle da afecção dermatológica.

É importante seguir sempre as orientações médicas, respeitando sempre as doses indicadas, os horários de aplicação e a duração do tratamento. Também não se deve interromper o tratamento sem comunicar ao médico.

O que fazer quando esquecer de usar Betogenta?

Se esquecer de utilizar esse medicamento no horário correto, aplique ele assim que se lembrar e depois mantenha os horários de aplicação, continuando as aplicações de acordo com os horários programados, ou seja, manhã e noite.

Caso haja alguma dúvida, sempre procure a orientação de um farmaceutico, médico ou cirurgião-dentista.

Precauções do Betogenta

Em caso de alguma alergia ou irritação, decorrente do uso de Betogenta, o tratamento deve ser imediatamente descontinuado.

É importante ressaltar que quaisquer efeitos dentre aqueles decorrentes do uso sistêmico de corticosteroides, incluindo a supressão da glândula adrenal, podem ocorrer também na utilização tópica, principalmente e crianças.

Também é importante ressaltar que, quando aplicado em uma superfície extensa do corpo, é aumentada a absorção sistêmica dos corticosteroides, também em caso de curativo oclusivo.

É recomendado que se tenha mais cautela ainda na aplicação em crianças quando haja a recomendação de uso prolongado.

A gentamicina, quando aplicada em uma superfície extensa do corpo, é aumentada a absorção sistêmica da mesma. Isso acontece principalmente quando em aplicações por período mais prolongado e quando há ruptura cutânea.

Nesses casos, podem ocorrer alguns efeitos indesejáveis que são decorrentes do uso sistêmico de gentamicina, tais como toxicidade para ouvidos e rins.

dessa forma, é sempre importante que se tenha cautela quando a recomendação for de uso prolongado, especialmente em crianças.

Uso em crianças:

Os pacientes pediátricos, se comparados com os adultos, apresentam uma maior suscetibilidade no que diz respeito à supressão glândula adrenal, que ocorre pela ação dos corticosteroides tópicos por causa de uma maior absorção devido à proporção da aplicação em relação a área corporal.

Em crianças tratadas com corticosteroides tópicos, foram relatados: supressão da glândula adrenal, retardo de crescimento, sintomas referentes ao excesso de hormônio corticosteroide, tais como vermelhidão no rosto, aumento de peso e estrias) e pressão intracraniana, cujo sintoma pode ser dor de cabeça.

Uso durante lactação e gravidez:

Betogenta só deve ser utilizado por mulheres grávidas quando os benefícios em potencial superarem o risco em potencial para o feto.

Medicamentos como Betogenta não deve ser utilizados por mulheres durante a gravidez nem em grandes quantidade, nem por longos períodos.

Tampouco ele deve ser utilizado sem a devida orientação médica ou de um cirurgião dentista.

Em caso de suspeita de gravidez, avise o médico.

É preciso escolher entre descontinuar a amamentação ou o tratamento, visto que não se sabe a existência de absorção sistêmica depois da administração tópica para ocasianr uma quantidade suficiente para ser detectada no leite materno.

Durante o aleitamento materno ou o período de doação de leite, não utilize qualquer medicamento sem o conhecimento do seu médico, inclusive os de uso tópico, visto que alguns deles podem ser excretados através do leite, gerando reações indesejáveis para o bebê.

Reações Adversas do Betogenta

Juntamente com os efeitos esperados e necessários para o tratamento podem ocorrer também algumas reações adversas.

embora nem todos esses eventos adversos ocorram facilmente, notifique o seu médico imediatamente do aparecimento de qualquer um deles.

Sendo assim, o uso de Betogenta pode trazer as seguintes reações adversas:

Reações incomuns (aquelas que acontecem com 0,1% e 1% dos pacientes que fazem uso do medicamento):

  • Reação alérgica
  • Irritação na pele
  • Vermelhidão na pele
  • Coceira
  • Atrofia da pele
  • Inflamação da pele
  • Infecção da pele
  • Dilatações pequenas dos vasos sanguíneos da pele
  • Ardor
  • Manchas roxas na pele
  • Inflamação local de onde nascem os pelos

Reações raras (aquelas que acontecem com 0,01% e 0,1% dos pacientes que fazem uso do medicamento):

  • Pese ressecada
  • Aumento na sensibilidade
  • Urticária
  • Úlcera na pele
  • Estrias
  • Aumento dos pelos na região
  • Erupções similares à acne
  • Queda de pelos
  • Pequenas bolhas
  • Despigmentação

Reações adversas que não possuem uma incidência determinada:

  • Dermatite perioral
  • Ardência
  • Dermatite de contato

Os efeitos colaterais mais comuns quando no uso de curativos oclusivos incluem: infecção, maceração da pele, estrias e atrofia da pele.

É imprescindível avisar o médico, farmacêutico ou cirurgiã dentista caso apareçam qualquer uma dessas reações indesejáveis decorrentes do uso desse medicamento.

Informe também à empresa que produz o medicamento através do SAC – Serviço de atendimento ao consumidor.

Contraindicações do Betogenta

Betogenta não deve ser utilizada por pessoas que possuem hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula do produto.

Esse medicamento também não é indicado para pacientes que possuam infecções na pele causadas por fungos, vírus ou tuberculose de pele.

Betogenta é contraindicada para uso oftalmológico, ou seja, nos olhos.

Preço do Betogenta

O preço do produto pode variar de acordo com a região e o locar escolhidos para a compra.

Entretanto, a embalagem que contem uma bisnaga de 30g custa, em média, R$22 reais.

Pergunta dos leitores

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

O uso de Betogenta em excesso ou por um tempo prolongado, devido aos corticosteroides, pode acabar gerando a supressão da gândula adrenal. resultando em uma insuficiência da mesma.

Também pode gerar manifestações decorrentes do excesso de hormônio corticoide, já citadas anteriormente.

O uso prolongado da gentamicina, principio ativo do produto, resulta no aumento de infecções causadas por fungos e bactérias resistentes.

Caso seja utilizada em grande quantidade, principalmente por longos períodos de tempo, informe ao seu médico para receber as instruções adequadas.

Caso faça uso de uma grande quantidade desse medicamento, procure o socorro médico e, se possível, leve com você a embalagem ou a bula do medicamento.

Para mais orientações, ligue para 0800 722 6001.

Onde, como e por quanto tempo posso guardar o Betogenta?

Betogenta precisa ser armazenada em temperatura ambiente, entre 15º e 30ºC, ao brigo de luz e umidade.

Nunca uso esse medicamento após o vencimento da data de validade.

Guarde-a sempre na sua embalagem original, juntamente com a bula.

Betogenta é apresentado em forma de um creme branco, homogêneo e isento de grumos.

 

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre Betogenta, seu uso, para que serve e como deve ser utilizado.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...