Tornozelo Inchado: O que fazer e o que não fazer!


Neste artigo analisaremos: Tornozelo inchado causas, tratamentos, o que fazer e o que não fazer se você se encontra nessa situação.

Edema é o nome que se recebe quadros de inchaço no corpo.  O inchaço geralmente ocorrer pelo excesso que liquido no organismo. O edema pode ocorrer pelo corpo todo, porém é mais comum nos braços, pernas, pés e tornozelo. O Tornozelo inchado, como veremos, pode ser sinal de alguma inflamação nos tecidos ou articulações, além disso, podem ser sinais de alguma doença mais grave.

Você aprenderá que as causas de um tornozelo inchado vão das mais simples as mais graves. Quais são os melhores tratamentos para tornozelo inchado, e que o tratamento só será eficaz se seguido de maneira correta. Além do que, poderá identificar se o tornozelo inchado pode ser um aviso do seu corpo apontando alguma doença que talvez você possua.

O que pode ser tornozelo inchado?

Ter o tornozelo inchado não é motivo de inquietação se considerarmos que a causa de um tornozelo inchado pode ter sido: ter passado muitas horas em pé, feito longas caminhas, ou até mesmo por passar muito tempo sentado. Porém veremos a seguir quais são as principais causas para tornozelo inchado. E entre elas estão:

Causas comuns

Entre as causas para tornozelo inchado estão: idade avançada, ficar em pé por um longo período, sentado por muito tempo (como em viagens longas de avião, carro ou na frente do computador), excesso de peso, períodos menstruais, varizes, picadas de insetos, traumas ou lesões no pé ou tornozelo, hipotireoidismo entre outras.

Entorse de tornozelo

O tornozelo inchado e dolorido pode ter varias causas, porém uma das mais comuns é a torção do tornozelo. Que pode acontecer de maneira repentina ao realizar tarefas corriqueiras como o fato de subir ou descer escadas, por exemplo.


Quando uma pessoa torce o tornozelo (ou vira o pé para dentro) acontece a chamada entorse de tornozelo. A entorse de tornozelo é uma lesão que provoca a ruptura ou estiramento de um ou mais ligamentos da articulação do tornozelo, provocando assim o inchaço no tornozelo e em alguns casos hematomas na região afetada.

Edema periférico

O tornozelo inchado pode ser um sinal de edema periférico. O edema periférico é o inchaço que ocorre nas pernas, pés e tornozelos devido a concentração de líquidos nessas áreas. Esse inchaço é mais comum em pessoas idosas, pois em razão da idade, ficar muito tempo sentado ou em pé prejudica a circulação sanguíneas tendo como consequência o tornozelo inchado e com dor.

Insuficiência cardíaca, renal ou hepática

O tornozelo inchado pode indicar doenças cardíacas, renais e doenças no fígado. A insuficiência cardíaca causa inchaço nos tornozelos e pernas, pois ocorre uma retenção de água e sal, provocando um acumulo de água no organismo sucedendo então em inchaço.

Inchaços no tornozelo e pernas pode ser um sinal de doenças renais, pois quando os rins responsáveis por limpar e filtrar o excesso de resíduos e água do sangue para de funcionar adequadamente esse processo deixa de existir e o organismo passa a reter os líquidos provocando assim o inchaço no tornozelo e pés.

Tornozelo inchado pode ser um dos sintomas da insuficiência hepática, uma vez que a falta de albumina no fígado, acarreta na retenção de líquidos, principalmente nas pernas e pés, ocasionando assim inchaços nessas regiões.

Insuficiência venosa

A insuficiência venosa pode ter como resultado o tornozelo inchado. Ela ocorre quando as veias das pernas, são incapazes de bombear de volta o volume sangue correto para o coração. Desse modo o sangue não bombeado fica retido nos membros inferiores como pés e tornozelos causando seu inchaço.

Gravidez

Tornozelo inchado na gravidez é bastante comum, devido ao ganho de peso da gravida. Porém o inchaço excessivo de pés e tornozelos pode ser uma indicação de pré-eclâmpsia. Condição em que se ocorre a elevação da pressão arterial, perda proteica através da urina, inchaço nos tornozelos, pés e pernas entre outros.

Obstrução linfática

O inchaço no tornozelo, pernas e pés pode ser causado pelo linfedema, que ocorre quando o sistema linfático (responsável pela drenagem de líquidos dos tecidos corporais) é obstruído, quando isso acontece um fluido corporal chamado linfa se acumula nos braços, pernas, pés e tornozelos causando o inchaço dos mesmos.

Infecções

Tornozelo inchado e dor podem ocorrer por infecções, ou inflamações causadas por doenças como: Gota, Bursite, Artrite reumática, Osteoartrite, neuropatia diabética, e outros.

Medicamentos

Alguns medicamentos podem ser a possível causa do tornozelo inchado, devido a sua formula ou o inchaço pode ser um efeito colateral dele. Então avise sempre ao seu médico quais são os remédios que você faz uso, antes de começar qualquer tratamento.  Entre eles estão as pílulas anticoncepcionais, anti-hipertensivos, esteroides, antidepressivos, pílulas para reposição hormonal.

Tornozelo inchado tratamento

tornozelo inchado

O tratamento para tornozelo inchado vai variar de paciente para paciente, em casos mais graves é indispensável buscar ajuda médica, especialmente se os inchaços podem estar ocorrendo devido alguma doença grave. Pois assim o seu medico te orientará quanto ao melhor tratamento e medicamentos no seu caso.

No caso de entorse (torção) de tornozelo o tratamento vai ser direcionada para lesão em questão. Mas seguir as dicas a seguir te ajudará a acelerar o tempo de recuperação e diminuir o inchaço no tornozelo.

  • No geral podem ser receitados remédios diuréticos para ajudar a reduzir o inchaço e anti-inflamatórios para aliviar a possível dor. Esses devem ser administrados segundo a orientação médica.
  • No caso de lesão, usar talas ou gesso, segundo a orientação médica. As talas devem ser utilizadas durante todo tempo de tratamento, livres no caso de banho ou compressa de gelo.
  • Manter o pé elevado, acima do nível do coração enquanto dorme.
  • Quando estiver sentado, mantenha o pé elevado sobre um ou dois travesseiros, deixando o pé em repouso.
  • Compressas de gelo devem ser feitas no tornozelo, quatro vezes por dia, por cerca de 20 minutos.
  • Fazer bastante repouso em caso de tornozelo lesionado.
  • Siga uma dieta uma dieta em baixo teor de sal para diminuir a retenção de líquidos
  • Faça exercícios com as pernas, para ajudar a bombear o sangue de volta pro coração.
  • Não fique parado ou sentado por longos períodos.
  • Quando viajar de avião ou carro, tente esticar as pernas. Quando de carro faça paradas e caminhe para ativar a circulação, e quando de avião levante-se e caminhe se possível.
  • Para prevenir possíveis inchaços, faça exercícios regularmente.
  • Tenha uma dieta balanceada e perca peso se for preciso
  • Procure um médico que lhe orientará quanto quais exercícios de reabilitação são viáveis no seu caso.

Tornozelo inchado: o que não fazer

Evite situações que possam aumentar o inchaço no tornozelo. Como por exemplo:

  • Bebidas alcóolicas, porque elas dilatam os vasos sanguíneos aumentando inchaço do tornozelo.
  • Não pratique corridas até que seu tornozelo tenha se recuperado completamente
  • Durante os três primeiros dias do inchaço, evite saunas e compressas quentes. Pois o calor aumenta o fluxo de sangue na área afetada e piora a inflamação.
  • Não apoie seu peso sobre o tornozelo inchado e dolorido, durante a recuperação. Use muletas se for necessário.

Em caso de inchaço persistente, vermelhidão e perca de sensibilidade e dor o paciente deve buscar ajuda urgentemente para uma avaliação.

Tratamento caseiro para tornozelo inchado

Existem vários tratamentos caseiros para inchaços, dentre estão os chás diuréticos que eliminam o excesso de liquido do organismo.

Chá de dente-de-leão

Coloque 15 gramas de dente-de-leão em uma xícara com 250 ml de água quente, deixe descansar por 5 minutos, em seguida coe e estará pronto pra tomar. O chá pode ser consumido de duas a três vezes ao dia

Chá de chapéu-de-couro

Em um litro de agua quente, acrescente 20 gramas de folhas de chapéu-de-couro. Espero esfriar, coe e beba de 3 a 4 copos do chá por dia.

Chá de salsinha

Ferva meio litro de água, já com o fogo desligado acrescente uma xicará de salsinha picada, deixe repousa durante uma hora, coe e duba ao longo do dia.

 


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (22 votes, average: 3,86 out of 5)
Loading...