Repelente caseiro

Receitas caseiras estão entrando cada vez mais no gosto popular, seja para produção de produtos que emagrecem, como chás, seja remédios para cuidar de problemas com a saúde ou produtos para a beleza. Porém, o que muitas pessoas não sabem é que existem outros produtos, com receitas simples e interessantes, que pode ser feito diretamente da sua casa, assim não precisando apelar para produtos químicos comprados em mercados. E nesse artigo iremos falar de um desses produtos que é possível fazer caseiramente, o repelente caseiro.

Prevenir sobre os males dos insetos

Repelente, seja ele caseiro ou comprado em mercados, é um meio para se prevenir contra epidemia de insetos. Você o aplica no corpo ou deixa exposto em algum ambiente do local desejado, e impede, ou diminuiu boa parte das chances de mosquitos, arranhas ou outros tipos de insetos te atacarem. Ele é muito recomendado em épocas onde a dengue, zika e chikungunya está em alta, boa parte sendo nas temperaturas mais altas de calor, pois é possível evitar grandes problemas a sua saúde com o seu uso.

As qualidades do repelente caseiro

As maiorias dos repelentes caseiros são criados e desenvolvidos com o propósito de espantar o mosquito, pelo cheiro desagradável que ele causa para os invasores. A maior qualidade do repelente caseiro é o fato dele ser natural, assim não causando irritação ou alergias que os outros repelentes podem chegar a causar em certas pessoas. Acaba sendo uma solução rápida, barata, prática, efetiva e que não causa problemas a sua saúde e nem a natureza.

Ao aceitar fazer o produto naturalmente, criamos uma rivalidade como a natureza contra ela mesma. Utilizaremos opção natural, quase nada produzido pelo homem, para combater algo maléfico que a natureza nos proporciona, os insetos e doenças.

Não se esqueça de que ao produzir um repelente natural, ele poderá ser usado quando for fazer alguma atividade na natureza, como trilha ou acampar. Então não se prende ao pensamento de só porque foi produzido caseiramente, deve ser utilizado em casa.


Uma curiosidade bem interessante, é que alguns dos repelentes químicos criam uma cerca resistência ao mosquito, fazendo o papel inverso que deveria fazer. Com um repelente caseiro, muito dificilmente irá ocorrer. Sendo outra qualidade para quem irá buscar o produto feito em casa.

As receitas dos repelentes caseiros

A maioria dos repelentes caseiros são utilizados e recomendados para quase qualquer tipo de mosquito, evitando suas doenças, porém podem existir casos onde um ou outro inseto pode não sofrer ou se espantar. Então tome cuidado e leia bem as informações que daremos, para não agir erradamente, perder tempo produzindo um repelente caseiro e ele não ser efetivo para o seu problema.

Vale alertar que as maiorias das receitas que serão citadas a seguir utilizam de ervas e frutas para a sua produção. Então, caso tenha algum problema de utilizar esses ingredientes, seja pelo gasto, cheiro ou algum outro revês que pode causar, recomendamos buscar alguma alternativa ou partir para os repelentes químicos mesmo.

Cravo da índia

repelente caseiro

Muito efetivo contra moscas, formigas e mosquitos, principalmente o Aedes Aegypti, causador da dengue, o Cravo da Índia surge como nossa primeira dica e receita de repelente caseiro.

Para prepara-lo é bem simples. Pegue 500 ml de álcool de cereais e 10g de cravo-da-índia, encontrado em lojas especializadas, e coloque em um pequeno frasco, de preferência bem escuro, e deixe tampado longe da luz do sol e de lâmpadas. Deixe ela guardada de 4 á 5 dias, mexendo com algum graveto ou pequena colher duas vezes ao dia. Após esses dias, coe o liquido formado e mistura a 100 ml de óleo corporal ao seu gosto, recomendamos o mineral. Depois é necessário somente colocar em algum tipo de recipiente de spray ou que será possível aplicar a sua pele.

A aplicação deve ser diária. Ela dura cerca de três horas e pode ser utilizado durante esportes, passeios ou alguma ação ou atividade na natureza. É recomendado passar pelo corpo inteiro o repelente caseiro, porém se dar uma atenção maior para as áreas que ficam expostas, já será o necessário.

Repelente elétrico com frutas cítricas

Você provavelmente já teve aqueles repelentes elétricos, que vem com um tipo de veneno no reservatório e deve ser ligado na tomada, certo? Então, esse veneno naquele recipiente pode ser substituído por frutas cítricas, como limão ou laranja.

A utilização muito simples. Faça um pequeno corte na casca de uma fruta cítrica, o tamanho do pedaço retirado nesse corte deve caber dentro do reservatório do aparelho. Após, faze-lo, basta colocar dentro do recipiente e liga-lo na tomada.

O cheiro e ácido liberado pela casca irão incomodar muito os mosquitos e eles irão procurar outro lugar.

Cravos da índia e frutas cítricas

Pegue o limão ou laranja, corte em rodelas finas, espete alguns cravos da índia neles, e pronto, mais um repelente caseiro pronto.

Esse repelente deve ser deixado em um local aberto, onde muitos insetos podem surgir. O forte cheiro e cravo de índia irão afasta-los.

É recomendado gastar cerca de 20 cravos, utilizando 2 á 3 em cada rodela das frutas.

Citronela

As folhas de citronela é outro ingrediente muito importante na criação de um excelente e eficiente repelente caseiro.

A produção desse repelente requer um pouco mais de trabalho, porém não ainda sendo de total acesso a maioria. Primeiramente, você deve colocar 500ml de água e 50 gramas de folhas de citronela em um liquidificador e bater por 2 á 4 minutos. Depois disso, você coa o liquido produzido e coloca mais 50 gramas, junto com esse liquido, e bata novamente por 2 á 4 minutos. Coe novamente, e acrescente 30ml de álcool. Bate novamente por 30 segundos á 1 minutos, e a receita estará pronta.

Coloque em um recipiente onde pode servir de spray, e inserir diariamente no seu corpo, principalmente nas áreas de fácil acesso de mosquitos.

Essas foram as quatro principais receitas de repelentes naturais efetivos, porém recomendamos que faça outras pesquisas na internet, além da encontrada aqui nesse artigo, pois muitas pessoas criam saídas bem criativas e interessantes para espantar esses problemáticos mosquitos.