Puran T4


O Puran T4 (ou seu nome genérico levotiroxina) é o medicamento utilizado para controlar problemas de tireoide, no caso, uma tireoide que trabalha de forma lenta e, esses problemas podem ser diagnosticados como hipotireoidismo ou tireoidite de Hashimoto.

O que é e quais são os sintomas de hipotireoidismo?

O hipotireoidismo é caracterizado por um aumento da glândula da tireoide, como uma reação autoimune (tireoidite de Hashimoto), fazendo com que diminua a quantidade de hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina) produzidos pela glândula tireoidiana. É uma doença que pode atingir qualquer individuo, porém é mais comum em mulheres, especialmente acima dos 40 anos.

São sintomas do hipotireoidismo:

  • Depressão
  • Intestino preso
  • Cansaço excessivo
  • Sonolência excessiva
  • Pele ressecada
  • Queda de cabelo

O diagnóstico do hipotireoidismo é realizado através da determinação dos níveis do hormônio estimulador da tireoide (TSH) e dos anti-corpos anti-tireóide no sangue. O médico também avaliará a presença de sintomas físicos da doença, como os já citados anteriormente, portanto, é importante que esses sejam percebidos precocemente já pelo paciente.

Já em questão de tratamento, o hipotireoidismo é tratado com comprimidos que contenham o hormônio tireoidiano (Puran T4). Sendo assim, os sintomas são revertidos já com uma semana de uso do medicamento, entretanto a reposição do hormônio através do uso do Puran T4 será para o resto da vida, já que esta medicação restaura os níveis do hormônio, deixando em estado normal, fazendo com que a tireoide funcione de forma estável.


O Puran T4 possui várias concentrações, e para determinar a dose exata de medicamento o médico avalia durante dois ou três meses os níveis do hormônio TSH, já que doses altas do Puran T4 podem causar efeitos de hipertireoidismo, como:

  • Aumento de apetite
  • Falta de sono
  • Tremores

É importante relatar ao médico no momento da consulta outros medicamentos que já estão sendo utilizados e também se há a vontade de usar outros, pois alguns podem interferir na absorção do Puran T4 pelo organismo. Observar também a alimentação, já que alimentos com grandes quantidades de soja e dietas ricas em ingestão de fibras podem atrapalhar a absorção do medicamento. Suplementos de cálcio e ferro também podem acabar sendo contraindicados durante o tratamento com Puran T4.

Como age o Puran T4?

Puran T4

Em pessoas que possuem a tireoide funcionando normalmente, a glândula capta o iodo que é consumido através da dieta e o transforma em triiodotironina (T3) e tiroxina (T4). Sendo, 80% T4 e 20% T3. A partir dai eles são lançados na corrente sanguínea, agindo diretamente sobre as células do organismo, dizendo como devem transformas oxigênio, glicose e calorias em energia.

O T4 funciona como uma reserva, para que ele seja convertido em T3 sempre que necessário. Isso acontece porque o hormônio que realmente age nas células é o T3, o T4 ao chegar nas células e tecidos é convertido em T3 para então poder ser utilizado pelo organismo.

Portanto, quando o paciente possui uma baixa na produção de hormônios tireoidianos a reposição é feita através do Puran T4, já que ele funciona como uma tiroxina (T4) artificial, para que o organismo tenha o controle do quanto de T4 será convertido em T3.

Se essa ingestão fosse diretamente de T3 haveria um risco muito maior de superdosagem do hormônio. Ficando claro que se existir uma ingestão excessiva de T4 acabará em excesso de T3.

Como Tomar Puran t4?

Existem diversas dosagens de Puran T4 disponíveis no mercado, são elas:

  • 25 mcg (0,025 mg)
  • 50 mcg (0,05 mg)
  • 75 mcg (0,075mg)
  • 88 mcg (0,088 mg)
  • 100 mcg (0,1 mg)
  • 112 mcg (0,112 mg)
  • 125 mcg (0,125 mg)
  • 137 mcg (0,137 mg)
  • 150 mcg (0,15 mg)
  • 175 mcg (0,175 mg)
  • 200 mcg (0,2 mg)
  • 300 mcg (0,3 mg)

A dose deve ser a adequada para manter os níveis de TSH normais no organismo.

Em geral, a dose necessária de Puran T4, para se obter controle do hipotireoidismo é de 1.6mcg/kg, o que seria algo em torno de 100 mcg para um paciente com 60 kg. Entretanto, é preciso dizer que a dose inicial é baixa em pacientes idosos e cardíacos, variando entre 25 mcg e 50 mcg por dia, pois doses altas podem gerar efeitos cardiovasculares indesejáveis.

É importante o paciente escolher uma marca de medicamento e não fazer a troca por genérico ou outros fabricantes, porque podem existir diferenças na biodisponibilidade de T4 entre fabricantes, todavia, se a troca for inevitável realizar novo exame de dosagem dentro de 6 meses para avaliar se será necessário o ajuste de dose.

O Puran T4 deve ser ingerido pela manhã e em jejum, uma hr antes do café da manhã se possível. Se o Puran T4 for administrado para crianças, o comprimido pode ser esmagado e misturado em 10 ml de água, sendo tomado imediatamente.

Deve se observar o uso de outros medicamentos como:

  • Cálcio
  • Orlistate
  • Colestiramina
  • Poli vitamínicos
  • Hidróxido de Alumínio

Esses medicamentos podem interferir na absorção do Puran T4, portanto recomenda-se que sejam administrado apenas 4 horas após a ingestão do Puran T4. O omeprazol, mesmo com grande intervalo de tempo, pode diminuir a eficácia do Puran T4, sendo necessário um ajuste de dose em muitos casos.

Com relação a contraindicações do Puran T4, elas são bem poucas, já que este medicamento é bem tolerado pela maior parte dos pacientes que o utilizam, podendo inclusive ser usado durante a gravidez e também durante o aleitamento materno.

Puran T4 engorda? Emagrece?

O Puran T4 não engorda, o que acontece é que ele pode causar um aumento de apetite já que acaba acelerando o metabolismo do organismo, fazendo a pessoa sentir mais fome e consequentemente comer mais.

Até o acerto da dose do Puran T4 variações podem ocorrer, mas quando a dose estiver correta essa alteração de metabolismo não acorrerá e o peso voltará ao normal. O importante é manter-se saudável, com uma alimentação balanceada associada a pratica de algum exercício físico.

Muitas pessoas começaram a utilizar o Puran T4 mesmo não possuindo hipotireoidismo, para emagrecer, e isso é um risco à saúde das pessoas. Esses hormônios sintéticos são extremamente perigosos e sérios e não funcionam como suplementos. Esse uso indiscriminado e sem necessidade pode levar a graves efeitos adversos como ansiedade, tremores hipoglicemia, batimentos cardíacos acelerados e até mesmo à morte.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (32 votes, average: 4,25 out of 5)
Loading...