Pasalix


Diariamente somos bombardeados por situações altamente estressantes e não é ao acaso que a depressão e a ansiedade são consideradas os males do século. Pasalix é um medicamento composto por elementos naturais para o tratamento da ansiedade e de sintomas da depressão.

Composição do Pasalix

Pasalix é comercializado em comprimidos para uso oral. Seu uso não é indicado para crianças com menos de 12 anos.

Em cada comprimido contém: 100mg de extrato seco de Passiflora incarnata; 30mg de extrato seco de Crataegus oxyacantha; 100 mg de extrato seco de Salix Alba. Os excipientes utilizados no revestimento dos comprimidos são: lactose, celulose microcristalina, amidoglicolato de sódio, talco, estearato de magnésio, corante l.a. amarelo, dióxido de titânio, dióxido de silício, copolímero ácido metacrílico, polietilenoglicol, polissorbato, simeticone e trietilcitrato.

A Passiflora incarnata, também conhecida popularmente como flor do maracujá, possui propriedades medicinais eficazes e comprovadas.

Indicações e contraindicações do Pasalix

O medicamento é indicado no tratamento dos transtornos de ansiedade, nos sintomas de depressão, nos episódios de insônia.

A Passiflora Incarnata também tem ação analgésica, antiespasmódica, calmante e é usada para o tratamento de inchaços, infecções fúngicas, transtornos de hiperatividade e baixa concentração e até no Mal de Parkinson.


A Crataegus oxyacantha age diretamente no sistema nervoso e tem um efeito calmante e auxilia a abaixar a pressão arterial.

A Salix Alba, também conhecida como salgueiro branco, tem ação analgésica, combate a febre e anti-inflamatória. Alivia as cólicas menstruais.

Pasalix também é usado no tratamento de hipertensões leves, cólicas menstruais, escape involuntário de urina, dor no peito e insuficiência cardíaca.

Dentre as contraindicações deste medicamento estão:

  • Alergia ou hipersensibilidade aos componentes da fórmula ou ao látex;
  • Pessoas com alergia ao ácido acetilsalicílico (AAS, aspirina);
  • Pessoas com histórico ou que sejam portadores das úlceras estomacais;
  • Pessoas com deficiência na coagulação sanguínea ou que apresentem histórico ou sejam portadoras de hemorragias.
  • Mulheres grávidas, pois a passiflora incarnata pode promover o aumento das contrações uterinas;
  • Lactentes também não devem fazer uso do medicamento, pois algumas substâncias passam para o leite materno e podem causar erupções na pele do bebê.
  • Pessoas com intolerância à lactose não devem fazer uso de Pasalix;
  • Atividades como dirigir automóveis ou operar máquinas não devem ser realizadas após a ingestão do medicamento.
  • Não fazer uso de bebidas alcoólicas durante o tratamento com esse medicamento.

Caso faça uso de outros medicamentos, alopáticos ou naturais, não deixe de avisar seu médico. O uso concomitante de Pasalix e outros medicamentos, mesmo que fitoterápicos, pode causar efeitos colaterais indesejados.

Alem disso, as seguintes reações adversas foram observadas relacionadas ao uso continuo do medicamento:

  • Palpitações, aumento dos batimentos cardíacos e falta de ar;
  • Dor de estômago e náuseas, gastroenterite e gases;
  • Suor excessivo e coceiras;
  • Sedação, tonturas e vertigens;

Uma dúvida um tanto comum sobre a utilização deste medicamento é saber se ele ajuda a engordar ou emagrecer. De acordo com os componentes de sua fórmula, esse medicamento não promove perda, nem ganho de peso, portanto, é impossível afirmar que Pasalix provoca um ou outro efeito.

Como tomar Pasalix

Seu médico é a melhor pessoa para estabelecer a dosagem e a frequência com que os comprimidos devem ser tomados.

Os comprimidos devem ser tomados inteiros, sem mastiga-los ou parti-los. Em linhas gerais, a indicação é de um a dois comprimidos revestidos, uma ou duas vezes ao dia.

Os comprimidos somente devem ser usados através da via oral. Se for utilizado por outra via pode não resultar no efeito esperado e causar danos a saúde da pessoa.

Nos casos de superdosagem acidental, alguns efeitos nocivos foram relatados. São eles:

  • Diminuição dos batimentos cardíacos;
  • Diminuição da frequência respiratória, podendo levar até à parada cardíaca e paralisia respiratória.
  • Redução da atividade motora;
  • Arritmias cardíacas;
  • Úlceras gástricas, seguidas ou não de sangramento;
  • Sangue nas fezes;
  • Zumbido no ouvido;
  • Náuseas e vômitos.

Considerações finais

É importante ter em mente que medicamento é medicamento, mesmo os fitoterápicos. Por esse motivo, seu uso deve ser feito com muito cuidado e critério, preferencialmente acompanhado por um médico de sua confiança.

Pasalix é um ansiolítico natural que pode ajudá-lo a enfrentar melhor as situações estressantes do dia a dia e a melhorar a sua qualidade de sono de uma forma gradativa e natural.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (28 votes, average: 4,36 out of 5)
Loading...