Nódulo na Mama


O nódulo na mama nada mais é do que uma região de “inchaço”, como um caroço, isso se deve ao fato de ser um tecido em desenvolvimento acelerado, o que faz com que se crie uma massa, aumentando a espessura do seio.

Mas esse não é necessariamente um sinal de câncer de mama, deve haver preocupação quando esse inchaço alterar o formato ou tamanho do seio, provocar vermelhidão, gânglios axilares aumentados, e se houver na família algum histórico de câncer de mama.

Existem dois tipos de nódulo na mama, os benignos e os malignos, e ao contrário do que muita gente pensa eles são na maioria benignos. Ambos aparecem e não causam dor, o que faz com que os malignos passem despercebidos é que quando começam a doer o câncer já pode estar em um estágio avançado.

FATORES DE RISCO PARA O APARECIMENTO DE NÓDULO NA MAMA

O nódulo na mama pode aparecer tanto em mulheres quanto em homens, já que ambos possuem tecido mamário. A incidência maior é no sexo feminino, já que as alterações hormonais são maiores, e isso também faz com que mulheres entre 35-50 anos sejam mais afetadas.

Entretanto, o aparecimento de um nódulo na mama pode ocorrer em qualquer idade. Outros fatores são:

  • Mulheres que nunca amamentaram
  • Mulheres que nunca tiveram filhos ou o fizeram tarde – após os 30 anos
  • Primeira menstruação precoce

É importante que a mulher realize o autoexame em casa entre o 7º e 8º dia após o início da menstruação, isso faz com que ela perceba possíveis alterações e procure o médico para realização de exames, quanto mais cedo for feita a descoberta de um nódulo na mama, seja benigno ou maligno, mais cedo ele será tratado.

NÓDULO NA MAMA BENIGNO – TRATAMENTO

Para dar início ao tratamento é importante primeiro que o médico defina o tipo, e só assim ele poderá determinar qual a melhor terapia.

  • Cistos sólidos: cirurgia
  • Cistos não perceptíveis ao toque: geralmente esses cistos só aparecem na ultrassonografia ou mamografia e não necessitam de nenhum procedimento, apenas de observação médica.

Nódulo na Mama

É comum o médico aconselhar acompanhamento trimestral a mulheres com menos de 35 anos que apresentaram nódulo na mama benigno, esse acompanhamento se torna anual posteriormente.

Em mulheres com mais de 35 anos o médico realiza além desse acompanhamento, a mamografia de rastreamento, que é feita a cada 6 meses ou anualmente dependo do caso. Se a biópsia mostrar alguma alteração a paciente é encaminhada para tratamento específico.

TRATAMENTO NÓDULO NA MAMA MALIGNO

Quando for diagnosticado de fato o nódulo maligno, seja através de ultrassonografia, mamografia ou biópsia o médico indicará qual a melhor forma do tratamento para o câncer. Muitas já preferem realizar diretamente a biópsia, pois assim o cirurgião aproveita a anestesia e já realiza todo o processo cirúrgico, retirando a mama.

É importante ressaltar que quando mais cedo esse tumor for descoberto maiores as chances de cura. É imprescindível que a mulher realize o autoexame mensalmente, e que qualquer alteração seja contada ao médico.

NÓDULO NA MAMA NO HOMEM

Quando ocorre o aparecimento de um nódulo na mama de um homem ele está, geralmente, associado ao câncer de mama masculino, mas ele também pode ser benigno, é importante contar qualquer sinal estranho ao médico. Lembrando que o homem também deve fazer mensalmente um autoexame.

COMO FAZER O AUTOEXAME

  1. Deite-se e ponha um travesseiro sob seu ombro direito. Coloque seu braço direito atrás da cabeça.
  2. Use a ponta dos três dedos médios de sua mão esquerda para sentir nódulos ou endurecimentos na sua mama direita. A ponta de seus dedos é o terço distal de cada dedo.
  3. Pressione bastante para um contato melhor com a sua mama, observando sua forma, sua densidade e possíveis abaulamentos.
  4. Faça um movimento em torno da mama num mesmo sentido. Você pode escolher ou o círculo, no sentido de “vai-e-vem”, ou em cunha. Siga a mesma rota cada vez. Certifique-se de que examinou toda a mama.
  5. Agora examine sua mama esquerda, usando a ponta dos dedos médios da mão direita, repetindo o que fez com a mão esquerda no exame anterior.

Complementar ao autoexame, é importante à mulher com mais de 30 anos procurar o médico a cada dois anos para avaliação e a mulher com mais de 40 procurá-lo anualmente.

Com técnicas de prevenção, a descoberta no início do nódulo da mama se torna mais fácil, tornando mais simples verificar se é ou não benigno, e assim a alcançar a cura mais facilmente.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (No Ratings Yet)
Loading...