Loperamida


A loperamida, mais conhecida pelo seu nome comercial, Imosec, é um medicamento antidiarreico. Ela ajuda a diminuir a atividade intestinal, reduzindo os episódios de diarreia. O Imosec é comercializado em comprimidos. Cada comprimido contém 2 mg da substância em forma de cloridrato.

A ingestão da substância faz com que as fezes fiquem mais sólidas e a frequência das evacuações diminua. A loperamida já começa a agir desde a primeira ingestão.

Indicações e contraindicações da Loperamida

É importante levar em consideração que o uso da loperamida é apenas para tratamento de sintomas. É necessário a visita ao médico para uma investigação minuciosa para a verificação  de doenças primárias.

A loperamida é indicada nos seguintes casos:

  • Episódios de diarreia aguda, sem motivo aparente e sem caráter infeccioso.
  • Episódios de diarreia crônica que causem impossibilidades ao paciente, geralmente associadas à doenças inflamatórias, como a retocolite ulcerativa ou a Doença de Crohn.
  • Nos episódios de diarreia decorrentes de cirurgias do íleo (localizado no intestino delgado) e no cólon intestinal, caracterizada com excessiva perda de água e eletrólitos, resultando em desidratação.

Dentre as contraindicações do uso da loperamida podemos encontrar:


  • Pacientes com alergias ou hipersensibilidade ao cloridrato de loperamida.
  • Nos casos de diarreia aguda ou incessante em crianças.
  • Nos casos de disenteria aguda com a presença de sangue nas fezes e febre alta.
  • Nos caos de colite ulcerativa aguda.
  • Nos casos de enterocolite bacteriana causada pelas bactérias Salmonella, Shigella e Campylobacter.
  • Nos casos de colite pseudomembranosa em associação ao uso de antibióticos
  • Nos casos de constipação (prisão de ventre), distensão abdominal ou íleo.

Alguns cuidados são necessários no tratamento das diarreias:

  • Devido à grande perda de água e eletrólitos, é necessária a hidratação oral para que o quadro não se agrave.
  • Caso o episódio de diarreia aguda não apresente melhora em 48 horas, deve-se suspender o uso do remédio e procurar um médico.
  • Ao primeiro sinal de distensão abdominal no tratamento dos episódios de diarreia em pacientes com AIDS, o tratamento deve ser interrompido.
  • O tratamento com a substância deve ser administrado com acompanhamento médico nos pacientes com insuficiência hepática (fígado).
  • O uso da loperamida deve ser evitado durante a gestação, especialmente no primeiro trimestre, e, também, durante a amamentação, pois a substância passa para o leite.

Como usar a loperamida

loperamida

Principalmente se usada com outros medicamentos ou no tratamento de uma doença primária, a dosagem diária da loperamida deve ser indicada por um médico especialista (gastroenterologista, urologista ou clínico geral).

Em modo geral, o uso da loperamida é feito da seguinte maneira:

  • Os adultos devem ingerir de 2 a 4 mg (1 a 2 comprimidos) de loperamida após cada evacuação. A dose máxima diária é de 16mg.
  • As crianças devem tomar 2 mg (1 comprimido) de loperamida a cada evacuação. A dose máxima é de 6mg por dia para cada 20 kgs.
  • O efeito da loperamida pode durar de 1 a 3 horas.

Nos casos de superdosagem da substância, pode ocorrer a depressão do sistema nervoso central, caracterizada por náuseas, vômitos, inconsciência, descoordenação motora, sonolência, contração das pupilas (miose), hipertonia muscular e depressão respiratória, retenção de urina e íleo. Os sintomas são mais fortes nas crianças.

O procedimento para tratar a superdosagem é administrar naloxona, promover a lavagem gástrica e administrar oralmente uma suspensão aquosa de 100 g de carvão ativado.

Ingestão da loperamida com outros medicamentos

Medicamentos que apresentem substâncias similares podem potencializar os efeitos da loperamida, por isso, é imprescindível que você avise seu médico se está tomando ou tomou recentemente alguns desses medicamentos:

  • Ritonavir (usado no tratamento de HIV);
  • Quinidina (usado no tratamento de arritmias do coração);
  • Desmopressina via oral (usada no tratamento de urina excessiva);
  • Itraconazol ou cetoconazol (usado no tratamento de infecções por fungos);
  • Genfibrozila (usada para baixar os níveis de colesterol).

Loperamida (Imosec) preço

Imosec pode ser comprado em qualquer farmácia e possui um preço bem acessível

Um caixa com quarto comprimidos varia de R$ 1,70 à R$ 2,50 cada.

Já um caixa que contém 12 comprimidos está custando entorno de R$ 6,50 à R$ 8,50 cada.

É válido lembrar que para comprar Imosec  (Loperamida) algumas farmácias exigem a apresentação da receita médica.

Considerações finais

A loperamida é um medicamento muito eficaz no tratamento dos episódios de diarreia. Entretanto, como a diarreia costuma ser apenas um sintoma, o uso da loperamida deverá ser avaliado pelo seu médico para que não esteja mascarando algo mais sério e que poderá comprometer seu estado geral de saúde.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (No Ratings Yet)
Loading...