Labirintite tem cura?


A Labirintite é uma doença que acomete grande parte da população com mais de 40 anos, sendo na maioria mulheres, e acredita-se que isso ocorra por conta de maior variação hormonal no corpo feminino.

Os três primeiros dias da crise serão os mais difíceis para o indivíduo, já que serão os dias em que os sintomas estarão mais fortes, podendo até impedir a pessoa de trabalhar ou estudar. É uma doença de fácil tratamento, seja ele com mudanças no estilo de vida ou medicamentoso, e o mais importante, a labirintite tem cura.

O que é Labirintite?

Labirintite tem esse nome popular para caracterizar distúrbios relacionados ao labirinto, que é um órgão localizado no ouvido, responsável pela audição e equilíbrio. Esse órgão é composto por um líquido, e cada momento em que nos movemos ele diz essa informação ao cérebro através da localização desse líquido.

Quando existe algum problema nele o cérebro recebe informações erradas, ocasionando assim os sintomas da labirintite, que são:

  • Tonturas
  • Desequilíbrio
  • Zumbidos no ouvido
  • Náuseas e vômitos
  • Sudorese
  • Queda de cabelo

Esses sintomas são muitos semelhantes a outras doenças, portanto é necessário que primeiro se exclua casos de diabetes, hipertensão, doenças imunológicas, entre outras.


Portanto, para se realizar o diagnóstico correto, exames como ressonância magnética e tomografia computadorizada são importantes para que se chegue a esse diferencial e assim seja feito o diagnóstico correto da doença, começando o tratamento correto e chegando a cura da labirintite.

É importante ressaltar que, em eventos de crise as funções mais simples do dia a dia se tornam difíceis de serem realizadas, sendo assim, a busca por um profissional para se realizar o diagnóstico e tratamento é imprescindível.

Causas da Labirintite

Muitas são as causas de problemas no labirinto, já que este é um órgão muito sensível. Mas aquele momento de tontura quando ficamos muito tempo sem ingerir alimentos, não pode ser considerado labirintite.

Algumas doenças pré-existentes e hábitos de vida não muito saudáveis podem facilitar o aparecimento da labirintite, como, por exemplo:

Labirintite tem cura
Foto: Reprodução
  • Diabetes
  • Hipertensão
  • Tabagismo
  • Aterosclerose
  • Consumo excessivo de bebidas alcoólicas
  • Consumo de drogas

Qualquer problema que afete a chegada de glicose e oxigênio no labirinto vai ser um causador de tontura. Basta ficar atento ao aparecimento de sintomas, como os já citados.

Outro fator que pode causar labirintite é a infecção viral, isso ocorre geralmente após a pessoa ter passado por algum evento de virose, ocasionando problemas no labirinto. Esse caso de labirintite causada por infecção viral pode acabar evoluindo para algo mais sério, como surdez, se não tratada rápida e corretamente.

Tratamento de Labirintite

A labirintite tem cura e, para isso é necessário que seja realizado o tratamento correto para cada paciente. Quando mais cedo os sintomas forem percebidos, melhor, pois o tratamento começará mais cedo e a cura será alcançada mais rapidamente.

O tratamento deve começar suavizando os sintomas, isso deverá ser feito através de repouso ou ainda com medicamentos que causem sedação. É importante dizer que existem alguns exercícios que podem ser realizados em casa para suavizar os sintomas e também a realização de fisioterapia. Nos três primeiros dias da crise recomenda-se a ingestão de água, evitar a ingestão de alimentos com alto teor de açúcar e evitar movimentos bruscos com a cabeça.

Se o repouso não surtir efeito, outros medicamentos podem ser utilizados, eles contêm em sua composição flunarizina e cetirizina. Essas duas substâncias facilitam a chegada de oxigênio no labirinto, o que faz com o que o órgão funcione corretamente.

Ainda no tratamento medicamentoso utiliza-se antibióticos, antieméticos (medicamentos utilizados para enjoo), e corticoides. Esses medicamentos aceleram o processo de desaparecimento dos sintomas.

Cura da Labirintite

A labirintite tem cura desde que sejam seguidos 3 passos:

  1. Combater os sintomas
  2. Combater as causas
  3. Reabilitar o labirinto

A labirintite é uma doença de ciclos, crises que podem reaparecer mesmo após tratamento. Nos casos em que isso ocorra novos exames podem ser necessários para que se averigue a possibilidade de outros problemas mais graves.

A cura da labirintite pode acontecer também de forma espontânea, apenas com repousos e seguindo as recomendações médicas, mantendo hábitos de vida saudáveis e realização de exercícios específicos, sendo assim, é possível afirmar que a labirintite tem cura.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (7 votes, average: 2,14 out of 5)
Loading...