Doenças causadas por bactérias


Há diversas doenças causadas por bactérias, ou seja, organismos unicelulares, procariontes e que só são vista através do uso de microscópio. Ao decorrer deste artigo você conhecerá as doenças mais populares que são causadas por bactérias.

De início devemos ressaltar que esses vírus são sensíveis aos antibióticos, isto é, quando o seu médico recomendar o tratamento com o remédio, você deve seguir corretamente o procedimento e, assim, exterminar qualquer doença causada por bactérias. Entre as mais comuns estão o combate ao coqueluche, lepra, tuberculose, cólera, entre outras.

Cólera

Originário do vibrião colérico (vibrio cholerae, uma bactéria em forma de bastonete – ou vírgula – que tem uma rápida multiplicação no intestino, o que provoca diarreia), a cólera é transmitida através de água ou alimentos contaminados. Nesse caso, a forma mais rápida para tratar essa doença causada por bactérias é ingerindo muito soro e água (limpa e filtrada) para repor o líquido perdido. Meia xícara de açúcar, meio litro de água e uma pitada de sal – renderá o famoso soro caseiro. A mistura ajudará a recuperar parte dos sais minerais causados pela desidratação.

Disenterias bacterianas

Pode parecer mentira, mas as disenterias bacterianas ainda são um dos principais motivos que levam a mortalidade infantil em países subdesenvolvidos – classes mais baixas e cercadas por péssimas condições sanitárias e de moradia, são as mais atingidas. A Shigella e a Salmonella são os principais agentes causadores da doença e a transmissão se dá através de água e alimentos contaminados.

Coqueluche

Essa também é uma das doenças causadas por bactérias que assustam muitas pessoas. O contágio acontece através de gotículas de saliva que saem da tosse, fala ou espirros. Vale notificar que objetos contaminados também transmitem a doença – tossir na mão e depois cumprimentar pessoas, por exemplo. A fase mais crítica de contaminação é quando os sintomas não estão extremamente claros – o enfermo apresenta sinais de gripe como: febre baixa, tosse com catarro, mal-estar e coriza. Com o passar dos dias os sintomas evoluem e se não for tratada rapidamente pode levar a diversas complicações respiratórias – ruptura do diafragma, enfisema, convulsões, inflamação do ouvido e até mesmo a morte. Hoje em dia a coqueluche é evitada através da vacina tríplice viral e isolamento do doente.

Tuberculose

Extremamente preocupante, a tuberculose é uma doença causada por bactérias, transmitida por vias respiratórias e causada pela Mycobacterium tuberculosis (conhecida como bacilo de Koch). O contágio parte das partículas de escarro eliminada quando o paciente espirra ou tosse. Fique atento: tosse por mais de três semanas, sem febre, é sinal de infecção. Normalmente a cura leva seis meses (é importante seguir rigorosamente o tratamento) e é a base de antibióticos, 100% eficaz.


Tétano

Aqui a Clostridium germina é vegetativa e passa a produzir uma toxina conhecida como  tetanospasmina, no qual ataca o sistema nervoso central e causa rigidez muscular em diversas partes do corpo. Os principais sintomas do tétano está alteração nervosa que não deixa abrir a boca (trismo), espasmos dos músculos faciais (riso sardônico), rigidez abdominal e na nuca, dores nas costas, convulsões, podendo desenvolver quadros de parada cardíaca e respiratória. Na maioria das vezes, os mais afetados pelo tétano são crianças de até 14 anos. Até os cinco anos as crianças precisam ser vacinadas e depois é necessário as doses de retorno a cada 10 anos. O tratamento é a base de antibióticos, soro antitetânico, sedativos e músculo relaxadores.

Difteria

Doenças causadas por bactérias

A difteria é uma das doenças causadas por bactérias mais contagiosa. Ataca crianças de até 10 anos e tem maior frequência nos meses frios. É gerada através do bacilo Corynebacterium diphteriae e o seu contágio acontece através de contato com secreções ou objetos contaminados. Ambientes fechados ajudam a proliferar a doença que se aloja principalmente nas fossas nasais – criando placas brancas ou acinzentadas, vistas a olho nu – faringe, laringe ou nas amígdalas. Portadores assintomáticos (aqueles que não tiveram a doença manifestada) ou ex-doentes (o bacilo é eliminado até seis meses depois da cura) podem transmitir a doença. A vacina tríplice é uma aliada ao combate da doença.

Leptospirose

Transmitida através da urina de rato, a leptospirose é uma doença infecciosa, que acontece através de uma via de esgoto precária, coleta de lixo inadequada e inundações constantes. Os sintomas da doença se manifestam entre dois e 30 dias depois da infecção, tendo mais ou menos 10 dias como período de incubação. Dor de cabeça diária, cansaço, calafrios, febre alta, náuseas, vômitos, mal-estar e forte dor muscular são alguns dos sinais relatados por quem já sofreu com o problema. A doença é tratável com antibióticos.

Febre tifoide

Também transmitida pela ingestão de água ou alimentos contaminados e pelo contato com os portadores, a febre tifoide tem como os primeiros sintomas dor de cabeça, febre, fadiga e agitação noturna. A vacinação e tratamentos a base de antibióticos são os procedimentos mais indicados, além de hábitos de higiene e o consumo de água potável e alimentos previamente lavados.

Meningite Meningocócica

Doença bacteriana que atinge o sistema nervoso central, a meningite meningocócica é originária de agentes como o Streptococcus pneumoniae (pneumococo causador da pneumonia) até o Leptospira (bactéria leptospirose). Entretanto o que mais afetam são Neisseria Meningitidis (meningococo) e o Mycobacterium tuberculosis (bacilo da tuberculose). O problema geralmente atinge mais crianças ou idosos e causando infecções no sistema respiratório. O procedimento de prevenção é a vacina e a forma tratável acontece através de fortes antibióticos.

Pneumonia

Vinda de fungos, protozoários, vírus e, claro, bactérias, a pneumonia é uma inflamação dos pulmões (precisamente dos alvéolos). É adquirida através de gotículas de saliva, secreções contaminadas ou até mesmo transfusão de sangue. Os mais propensos em adquirir a doença são pessoas com imunidade baixa, idosos e crianças. Mudanças bruscas de temperaturas – sair de um banho quente e sair no vento – facilitam o comprometimento do correto do organismo. Os sintomas mais comuns são dores reumáticas e torácicas, febre alta (40º), tosse com catarro, calafrios, aceleração respiratória e do pulso, dor de garganta e ouvido.

Lepra

Também conhecida como Mal de Hansen, a lepra acomete os nervos periféricos e a pele. O contágio acontece através do contato com o infectado, portador chamado por multibacilar – diversas formas de bacilos. Como diversas doenças causadas por bactérias vistas neste artigo, a lepra é tratável, com exceção dos quadros mais graves quando o paciente já apresenta deformações nos membros, atrofias e deformidades em vários lugares.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (No Ratings Yet)
Loading...