Anticoncepcional Selene

Um dos métodos contraceptivos mais populares no mundo é a pílula, destacando-se no Brasil o anticoncepcional Selene. Se utilizado corretamente e com a regularidade recomendada, ele chega a atingir uma eficácia de 99.9%. Embora não previna doenças sexualmente transmissíveis, pode ser uma boa saída para quem já possui um parceiro estável e não gosta da sensação causada pelo preservativo de látex. Mas uma dúvida de muitas mulheres é no que diz respeito a como exatamente funcionam os anticoncepcionais de efeito hormonal.

Uma gravidez ocorre quando um óvulo liberado pelo ovário é fertilizado pelo espermatozoide masculino. Esse óvulo se prende então à parede do útero, onde recebe nutrientes e vai se desenvolvendo até o ponto de se tornar um feto. No organismo da mulher, são os hormônios que controlam a liberação do óvulo pelo ovário (ou ovulação) e preparam o corpo para receber um possível bebê. A pílula anticoncepcional, ingerida diariamente, contém hormônios que alteram as funções químicas dos órgãos responsáveis por esse processo.

Do que é feita a pílula anticoncepcional?

Anticoncepcional Selene

Esse tipo de contraceptivo contém uma pequena quantidade dos hormônios estrogênio e progesterona, que atuam para inibir o ciclo hormonal natural do corpo e evitam a gravidez por meio de uma combinação de fatores. Em geral, esses anticoncepcionais impedem o corpo de ovular, mas também podem alterar o muco cervical para dificultar a passagem do espermatozoide em direção ao óvulo ou atuar na parede do útero para evitar que o óvulo se prenda a ele.

O anticoncepcional Selene, por exemplo, é uma pílula que tem como componentes ativos o acetato de ciproterona e o etinilestradiol, sendo que a primeira substância inibe a ação de andrógenos (hormônios femininos). Isso quer dizer que, além de evitar a gravidez, o tratamento com Selene diminui a secreção das glândulas sebáceas do corpo, que é um dos fatores determinantes para doenças da pele, como a acne.


Anticoncepcional Selene: uma boa opção

Geralmente, após três ou quatro meses de uso já é possível verificar os efeitos positivos dessa pílula no organismo, no que diz respeito ao tratamento de problemas como acne ou excesso de pelos. Entre as primeiras mudanças sentidas estão a diminuição da gordura excessiva na pele e no cabelo. Num longo prazo, é possível notar uma melhora significativa nos locais afetados, possibilitando uma pele livre das espinhas e do aparecimento de pelos indesejados.

Efeitos colaterais do anticoncepcional Selene

Quanto aos efeitos colaterais do anticoncepcional Selene, eles são relativamente moderados e comuns a diversas outras marcas, podendo incluir:

  • Dores de cabeça;
  • Náuseas;
  • Má digestão;
  • Variações no peso;
  • Alterações no humor e na libido.

Naturalmente, o medicamento é contraindicado para pessoas do sexo masculino, gestantes ou lactantes, deficientes auditivos, mulheres que sofrem de diabetes, câncer ginecológico ou de mama, icterícia e tumores no fígado.

Dica: quer usar outro anticoncepcional? Conheça o Yasmin ou o Cerazette.

Gravidez é coisa séria!

Algumas recomendações e cuidados quanto ao uso de métodos anticoncepcionais são essenciais para evitar sustos e preocupações:

  • Sempre tenha à mão outro método contraceptivo, como preservativos, caso você se esqueça de tomar a pílula.
  • Lembre-se de comprar uma cartela extra, além daquela que está utilizando no mês, para não ter que correr atrás de uma farmácia quando ela acabar.
  • Leve seu anticoncepcional na bolsa, caso esteja fora de casa no horário que deve ingeri-lo, ou se for viajar.
  • Tome o comprimido aproximadamente no mesmo horário todos os dias.
  • Nunca comece a utilizar nenhum remédio sem antes consultar um médico e ter certeza do que é melhor para o seu corpo.

Independentemente da sua escolha de medicamento, seja o anticoncepcional Selene ou qualquer outro recomendado por seu ginecologista, é sempre bom ficar atenta a esses cuidados, afinal ter um filho é algo que merece ser planejado, já que a responsabilidade de gerar e tomar conta de uma vida não é nada leve.

Como tomar o anticoncepcional Selene

Quanto ao modo de uso, o anticoncepcional Selene deve ser ingerida no primeiro dia de menstruação e posteriormente todos os dias, se possível no mesmo horário, até o término da cartela. Então, é preciso fazer uma pausa de sete dias antes de iniciar a próxima cartela do anticoncepcional. Em caso de esquecimento num período inferior a 12 horas do habitual, basta tomar o comprimido esquecido e manter o horário normal para as pílulas seguintes. Se o período de esquecimento for maior do que isso, o ideal é utilizar um método contraceptivo adicional até o término do ciclo.

O anticoncepcional Selene é produzido pelos laboratórios Europharma e pode ser comprado em qualquer farmácia, em caixas com uma ou três cartelas mensais, de 21 comprimidos cada. O preço do anticoncepcional Selene é acessível e torna-se um dos principais atrativos dessa pílula, que custa entre R$ 15 a R$ 40, dependendo da quantidade de cartelas do medicamento.

  • Anônimo

    Sele causa excesso de lubrificação vaginal?