Acebrofilina


Basta ocorrer mudanças climáticas e a gripe e o resfriado levam milhares de brasileiros a se dirigirem a um posto médico. Para grande parte das pessoas, a gripe e o resfriado são considerados benignos ou simples de serem tratados, porém existem grupos de riscos que podem gerar sérias complicações.

Pessoas acima de 60 anos, crianças e até mesmo adultos que não conseguem se recuperar rapidamente podem ocasionar problemas mais sérios, levando até mesmo a morte, por isso todo cuidado é pouco.

Existem casos de epidemias, onde cerca de 20% da população pode ser atingida pela gripe, o que pode fazer com que a pessoa não seja atingida pela doença é a prevenção, mas se prevenir do vírus não garante totalmente que a gripe ou o resfriado não vá te atingir.

O vírus pode ser transmitido de uma pessoa para outra por via aérea, através de tosses, espirros e contatos. As nossas mãos são de grande risco para a infecção do vírus, por isso, principalmente em locais públicos, devemos sempre higienizá-las. Um pequeno gesto de lavar as mãos pode evitar a infecção.

Frequentar ambientes fechados, onde há pouca circulação de ar por exemplo, também é um facilitador para o vírus. A gripe atinge as vias respiratórias como; nariz, laringe, faringe, pulmão, ouvido médio, garganta, nariz e até mesmo o pulmão.

Além de fortes dores e febre, uma gripe ou resfriado acaba com o seu dia, afinal você se sente indisposto, fraco, cansado, desanimado e como consequência acaba comprometendo as suas atividades. A Acebrofilina é um medicamento que possui eficácia no tratamento de gripes e resfriados, pois contém ação mucolítica, broncodilatadora e expetorante.


Para que serve Acebrofilina ( Indicação )

acebrofilina

O Acebrofilina serve para o tratamento da obstrução dos brônquios (resposta inflamatória anormal dos pulmões a partículas e gases nocivos) e a expectoração do muco, aliviando a dor, regulando o muco (catarro) das vias respiratórias até a eliminação do catarro.

O medicamento auxilia no tratamento da traqueobronquites (inflamação na traqueia e nos brônquios que gera sintomas como tosse rouquidão e dificuldade para respirar), rinofaringites (doença comum em crianças, que ocasiona a obstrução nasal e a dor de garganta) e laringotraqueítes (inflamação das cordas vocais).

O medicamento também serve para pneumoconioses (doença pulmonar causada pela inalação de poeiras), bronquite (inflamação da mucosa da traqueia e dos brônquios grossos e médios), asma e enfisema pulmonar.

Acebrofilina serve para tosse?

Sim, pois o medicamento tem como objetivo aliviar a tosse seca e irritativa, liberando a expectoração.

Acebrofilina é bom para tosse com catarro?

Sim. O seu principal principio ativo acebrofilina age como regulador do catarro, aliviando a tosse e auxiliando no tratamento da doença.

Composição de Acebrofilina

O medicamento conta com 5 mg de acebrofilina (pediátrico) e 10 mg de acebrofilina (adulto).

E tanto o pediátrico quanto o adulto possuem 1 mL de veículo q.s.p (Quantidade Suficiente Para) de ácido cítrico, aroma de cereja, aroma de framboesa, benzoato de sódio, ciclamato de sódio, citrato de sódio di-hidratado, glicerol, hietelose, sorbitol e água purificada no Acebrofilina pediátrico.

O medicamento não contém açúcar e nem corantes.

Como funciona

O medicamento possui em sua formulação um derivado de xantina e por isso possui ação broncodilatadora, que realiza a dilatação dos brônquios, controlando a quantidade de formação do muco e eliminando o catarro.

Com isso, a Acebrofilina melhora a respiração do paciente, expulsando as secreções presentes nos brônquios, diminuindo a falta de ar.

Como tomar Acebrofilina Xarope (Posologia)

Crianças

O medicamento não é indicado para menores de 2 anos de idade. A sua dosagem é de 2 mg por kg de peso ao dia da criança entre 2 a 3 anos. A dosagem deve ser dividida 2 vezes com o intervalo de 12 horas cada.

Para crianças entre 3 e 6 anos, é indicado ½ copo (5 mL) do Xarope a cada 12 horas.

Para crianças de 6 a 12 anos é indicado 1 copo (10 mL) do Xarope a cada 12 horas.

Adultos

A dosagem para crianças a partir de 12 anos e adultos é de 1 copo (10 mL) do Xarope a cada 12 horas.

É importante seguir o intervalo da dosagem, porém a duração do tratamento deve ser indicada pelo médico, de acordo com o período necessário para o tratamento adequado da doença.

Contraindicações

O medicamento é contraindicado para pacientes que tenham hipersensibilidade (alergia) aos componentes da formulação.

O medicamento é contraindicado para uso por portadores de doenças hepáticas e renais graves.

O uso da Acebrofilina é contraindicado para menores de 2 anos de idade.

 Efeitos colaterais Acebrofilina Xarope

Caso o paciente perceba o aparecimento de reações colaterais logo no início do tratamento, deverá interromper o uso do mesmo imediatamente e consultar o seu médico.

A acebrofilina pode causar efeitos colaterais conforme listado abaixo:

Reações dermatológicas: As reações de pele são raras, porém o paciente pode apresentar coceiras na face, vermelhidão, aparecimento de pequenas bolhas e dor involuntária de músculos na região da faringe.

Reações gastrointestinais: Cada organismo pode reagir de um jeito durante o tratamento. Efeitos colaterais da acebrofilina podem causar no paciente alterações no funcionamento do intestino, sendo mais evidente em pessoas que possuem problemas de prisão de ventre, pois a mesma é intensificada, além de promover também a salivação excessiva, boca seca, náuseas e vômitos.

Reações neurológicas: Também são raras os efeitos colaterais do medicamento com reações neurológicas, sendo registrado casos de cansaço excessivo, além de insônia ou sonolência.

Reações renais: Há estudos que revelam que o uso da acebrofilina pode ocasionar reações renais, fazendo com que o paciente tenha dificuldades ao urinar.

Reações respiratórias: O escorrimento (secreção) do nariz é uma reação adversa da acebrofilina, sendo o único efeito colateral das vias respiratórias.

Também existem reações raríssimas como taquicardia, tremores, dor na boca, falta de apetite e desidratação.

Os efeitos colaterais do medicamento não ultrapassam 10% dos pacientes que utilizam o medicamento, porém sua maioria figuram entre 0,01% a 1% dos pacientes.

Precauções

Caso aconteça reações adversas ao utilizar o medicamento, como: ânsia de vômito, enjoo, batimentos rápidos do coração, tremedeira e dor abdominal, avise o seu médico imediatamente.

A alimentação pode interferir na quantidade de acebrofilina no seu organismo, por isso durante o tratamento você deve manter uma alimentação regrada.

Acebrofilina pode causar doping (aumentando o condicionamento físico).

Não há relatos de superdosagem do medicamento, porém o paciente deve evitar a superdosagem, seguindo as recomendações médicas.

Interação com outros medicamentos

Utilizando a acebrofilina ao mesmo tempo com carbamazepina, fenobarbital, fenitoína e os sais de lítio pode levar a uma diminuição da efetividade da teofilina por aumentarem a sua metabolização hepática.

Utilizando o medicamento juntamente com antibióticos macrolídeos (eritromicina), como norfloxacino e ciprofloxacino, anti-histamínicos H2 (cimetidina, ranitidina, famotidina), alopurinol, diltiazem e ipriflavona pode dificultar a eliminação da teofilina, aumentando o risco de intoxicação pela mesma.

Utilizando a acebrofilina com salbutamol ou terbutalina, pode ocasionar a redução do potássio no sangue, além de aumentar a frequência cardíaca.

Ao ingerir a acebrofilina juntamente com medicamentos alfa-adrenérgicos, como a efedrina, por exemplo, pode provocar reações adversas relacionadas ao sistema nervoso e gastrointestinais.

O medicamento não deve ser utilizado por gestantes sem devida orientação médica. No caso de suspeita de gravidez, informe ao seu médico.

Acebrofilina é antibiótico?

Sim, a acebrofilina é um antibiótico , sendo um xarope que tem como objetivo aliviar a tosse seca e carregada tanto de crianças quanto de adultos. A sua utilização tem como eficácia restaurar a respiração normal.

Acebrofilina da sono?

Nenhum antibiótico tem como efeito o sono, porém durante o tratamento a resposta do sistema imunológico do corpo tende a diminuir um pouco, sendo assim é possível que ocorra efeitos colaterais, que nesse caso podem provocar sono e cansaço, porém isso depende de como cada organismo irá reagir.

Acebrofilina nomes comerciais

Acebrofilina é um medicamento que auxilia no tratamento de problemas respiratórios, porém o mesmo pode não ser encontrado em algumas farmácias.

Você pode pesquisar por outros nomes, caso não encontre a acebrofilina. Hoje no Brasil, existem diversos laboratórios que fabricam e comercializam o medicamento, mas eles têm outros nomes que servem para o mesmo fim.

Os nomes comerciais para Acebrofilina são:

  • Broncolex;
  • Brondilat;
  • Brondyneo;
  • Bronfilil;
  • Brontek;
  • Dilabronco;
  • Expecdilat;
  • Filinar;
  • Lisomuc;
  • Respiran;

Acebrofilina Genérico

Acebrofilina possui genéricos fabricados pelos laboratórios Neo Química, Biossintética, EMS, Cimed, Medley, Germed Pharma, Nova Química, Teuto, Eurofarma, Legrand, Geolab, União Química e Prati-Donaduzzi.

O preço do similar da Acebrofilina é de R$ 4,90 a R$ 14,60.

Preço Acebrofilina

A Acebrofilina serve como broncodilatador (relaxa o músculo bronquial e aumenta a passagem de ar pelos brônquios), mucolítico (alivia a congestão do peito) e expectorante. Também serve para o auxílio no tratamento de doenças crônicas do aparelho respiratório.

Para a compra do medicamento, o paciente deve apresentar a receita médica (branca comum). O Xarope custa entre R$ 5,60 a R$ 37,42, dependendo da região.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...